Tabela Remuneratória Única da Função Pública em 2021

Com a decisão do governo, conhecida após o conselho de ministros de 21 de janeiro de 2021, introduziram-se várias alterações remuneratórias nos níveis de salários mais baixos da função pública o que acaba por configurar uma revisão da Tabela Remuneratória Única da Função Pública em 2021 até ao 7º nível.

O novo nível mínimo – nível 4 – passa a coincidir com o salário mínimo nacional para 2021 de €665. Por outro lado, os três níveis seguintes,terão um aumento de €10. Adicionalmente, os trabalhadores cuja remuneração se situe entre €645,07 e €791,91 recebem aumentos de €10, desde que não resulte dessa atualização um valor inferior ao salário mínimo nacional e, finalmente, a remuneração base mensal dos trabalhadores que auferem uma remuneração entre €791,92 e €801,90 é atualizada para €801,90.

Pode consultar aqui a Tabela Remuneratória Única da Função Pública em excel referente a 2021. Neste ficheiro pode encontrar a TRU de 2009, a TRU de 2020 e a TRU de 2021.

Pode ainda consultar em imagem.

Eis o excerto do comunicado do conselho de ministros:

Foi aprovado o decreto-lei que estabelece a atualização da base remuneratória da Administração Pública e o valor do montante pecuniário correspondente aos níveis 5, 6 e 7 da tabela remuneratória única. 

Em linha com o previsto no Programa do Governo, os trabalhadores que aufiram a base remuneratória da Administração Pública verão a sua remuneração atualizada para o valor da retribuição mínima mensal garantida (RMMG). Em acréscimo, os trabalhadores cujo valor da remuneração base mensal se situe até ao valor do montante pecuniário dos níveis 5, 6 e 7 da tabela remuneratória única terão, em 2021, uma atualização salarial de €10,00 face ao ano anterior. O mesmo se aplica aos trabalhadores cuja remuneração se situe entre €645,07 e €791,91, desde que não resulte dessa atualização um valor inferior à RMMG, bem como aos trabalhadores que hoje auferem uma remuneração entre €791,92 e €801,90, cuja remuneração é atualizada para €801,91. Estas atualizações são retroativas a 1 de janeiro de 2021 e não permitem ultrapassagens entre trabalhadores.

Apesar dos constrangimentos orçamentais provocados pela pandemia COVID 19, com esta medida legislativa o Governo dá cumprimento ao compromisso de combater a política de baixos salários e de valorização dos salários na Administração Pública.

6 comentários

  1. Aumentos de merda. Acham mesmo que isto da para fazer face ao aumento de custo de vida? Depois de mais de 10 anos sem compensações, recebemos isto? Só podem estar a brincar connosco.

  2. é uma vergonha para o país em que vivemos mas infelizmente é esta gratificação que nos dão, cada vez dá mais prazer em fazer melhor isto é um grande incentivo após 10 anos de bloqueio trabalhar para o boneco e estar a pagar impostos para cobrir a corrupção e toda a má gestão do país.

Deixar uma resposta