Portal do SNS exige Chave Móvel Digital – Saiba como Pedir

Como pedir a chave móvel digital

A acesso ao Portal do SNS exige Chave Móvel Digital (CMD) ou Cartão do Cidadão (CC) a partir de 20 de maio de 2019. O Portal do Serviço Nacional de Saúde permite aceder a um conjunto de serviços cada vez mais vastos e inclui já há algum tempo, por exemplo, a possibilidade de marcar consultas com o médico de família.

 

Serviços existentes no Portal do SNS

Tal como destacámos no artigo “Portal SNS – Já Conhece?“, o Portal encontra-se organizado em quatro grandes temas:

  • SNS,
  • Institucional,
  • Cidadão,
  • Profissional

Sobre os quais disponibiliza informação e serviços como por exemplo:

  • Simuladores e serviço de pedido de isenção de taxas moderadoras,
  • Marcação online de consultas,
  • Renovação de medicação e
  • Consulta dos tempos de espera na urgência dos hospitais;
  • Histórico Clínico (consulta das interações com o Serviço Nacional de Saúde);
  • Partilha de informação com os profissionais de saúde (especialmente útil nas urgências);
  • Consultar o Testamento Vital
  • Cartão de Pessoa com Doença Rara;
  • Etc.

Como diziamos, a novidade é agora de que para aceder ao Portal será indispensável ter o cartão do cidadão e um dispositivo de leitura do mesmo ou, em alternativa, gerar uma Chave Móvel Digital associada a cada Cartão do Cidadão. Desde 1 de janeiro de 2019, a Chave Móvel Digital passou a estar disponível também para menores de 16 anos pelo que todos os cidadão a podem pedir. Na sequência deste alargamento o Portal do SNS é o primeiro serviço público a condicionar o acesso à sua plataforma online a este procedimetno de autênticação dos cidadãos para lhes conferir acesso.

No caso das crianças e dos idosos o acesso digital será possível mas, a menos que haja outro telemóvel para associar (que não o do encarregado de educação ou cuidador do idosos), far-se-á sempre através da leitura do cartão do cidadão (o que exige ter um leitor de cartões).

 

O que é e como pedir a Chave Móvel Digital

Em termos muito simples a Chave Móvel Digital traduz-se num PIN permamente de quatro dígitos que o cidadão deve memorizar e um outro PIN temporário de seis dígitos que será enviado para o telemóvel registado previamente pelo cidadão e que será gerado sempre que quiser aceder a um serviço.

Na prática será necessário ter o telemóvel para poder validar o seu acesso mas não será necessário ter o Cartão do Cidadão ou ao códigos que se recebem aquando da emissão do referido cartão.

Numa email enviado para os utilizadores do SNS, o Ministério da Saúde refere três métodos ou recursos para se poder obter a Chave Móvel Digital. Pode encontrá-los na imagem. Destacamos os seguintes:

  1. Se tem um leitor de cartões, o seu Cartão do Cidadão e o PIN de autênticação do seu Cartão do Cidadão pode pedir a CMD através do Portal AMA. Se não tiver o leitor de Cartões pode pedir na mesma através do Portal AMA e irá receber na sua morada fiscal uma palavra-chave para completar o processo de autenticação com a Chave Móvel Digital;
  2. Pode deslocar-se presencialmente a um balcão de atendimento dos Espaços Cidadão ou Espaços Empresa e pedir a CMD.

Como pedir a chave móvel digital

O Portal do SNS exige Chave Móvel Digital mas uma vez tendo criada a CMD poderá aceder aos vários serviços públicos com este processs de dupla autenticação. Um exemplo concreto que já aqui destacámos é o que está descrito no seguinte artigo: “Acesso ao Portal das Finanças via Chave Móvel Digital“.

Pode ainda consultar a área de perguntas e respostas do SNS sobre este tema.

Tagged under:

34 Comentários

  • Jorge pinhoResponder

    Bom dia
    Minha mae já e uma pessoa idosa..não tem tlm..nem cartão de cidadão..só bi vitalicio..que fazer para pedir a chave móvel digital???
    Jp

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Sem telemóvel não dá. Ou seja, continuará a usar o serviço presencial do SNS sem aceder ao Portal online. Em princípio, quanto mais pessoas acederem aos serviços online mais libertos ficarão os serviços presenciais (marcação de consultas, etc) melhorando também a qualidade do serviço prestado a quem não pode ou não quiser aderir às novas tecnologias.

    • LigiaResponder

      Olá, é possível sim. Resposta oficial:

      No seguimento do seu email, informamos que os titulares de Bilhete de Identidade poderão solicitar a Chave Móvel Digital num balcão de atendimento dos Espaços Cidadão ou online, através do Portal das Finanças.

      Para realizar o pedido de online da Chave Móvel Digital, através do Portal das Finanças, são necessários o Número Identificador Fiscal e a senha de acesso ao Portal das Finanças, do próprio.

      Neste caso, a atribuição da CMD não é automática. O cidadão terá de esperar por uma carta das Finanças, para a morada que indicou, com o Pin de utilização da Chave Móvel Digital. Normalmente, isto acontece num prazo de 5 dias uteis.

      Se pedir presencialmente num Espaço Cidadão, poderá ativar a Chave Móvel Digital no momento do pedido.

      Note que no momento do registo deverá indicar o número de utente do SNS.

    • LigiaResponder

      E ao invés de associar telemóvel associa o email. Ideal será criar um email para os Idosos, e para os filhos.

      • MariaResponder

        Tento em vão obter a CMD através do Portal das Finanças. Não possuo CC mas sim BILHETE DE IDENTIDADE VITALÍCIO. Associo telemóvel e email mas recebo sempre mensagem de erro dizendo não estarem reunidas as condições necessárias para criação da minha conta CMD. Como devo fazer sem ter que me deslocar ao locais indicados?

  • DéborahResponder

    Quem tem apenas o cartão de residência como faz para solicitar a chave móvel, é possível ?
    Obrigada.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Creio que não Déborah mas é melhor confirmar junto da AM que é que mgere o processo. Eis o contacto:

      info.cidadao@ama.pt

    • Roger WarwickResponder

      É possível sim, pessoalmente na Loja do Cidadão. Só que o Portal do SNS ainda não funciona quando a Chave Móvel Digital é associado a passaporte. Faltam 7 dias para excluírem do portal TODOS os estrangeiros residentes em Portugal!

  • Maria RibeiroResponder

    Cada vez mais a complicar a vida ás pessoas. Em primeiro lugar porque nem todos têm acesso ás novas tecnologias. Vão lá para o interior do país, em que existem pessoas que mal conseguem ler, quanto mais para estas modernizes. Não é o meu caso, mas pergunto para quê 2 Password ‘s. Uma conseguimos fixar, para quê gerar uma segunda com 6 dígitos?! …

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Só tem mesmo que decorar o PIN de 4 dígitos. O de 6 é de usar e deitar fora e é-lhe enviado um novo na hora para o telemóvel de cada vez que quiser entrar num serviço online.

  • luis lemosResponder

    Mas temos que ter sempre o telemóvel `mão, sempre que queiramos entrar no SNS. Grande treta! Era dispensável este código,bastando o pin inicila para entrar.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Tem que ter o telemóvel para validar, deixa de ter que ter o cartão do cidadão ou um leitor de cartões. Basta saber o número do cartão do cidadão e o PIN. Como tipicamente a maior parte das pessoas já não larga o telemóvel acaba por ser uma aproximação ao que já fazem muitos bancos para as transferências ou pagamentos do homebanking. O PIN de 4 dígitos ofereceria um grau de segurança muito menor e que não seria recomendável para este tipo de ações que podem implicar roubo de identidade, acesso a info sigilosa, etc. É uma salvaguarda.

      • MariaResponder

        Rui Cerdeira Branco, então explique-me por favor, “como se eu tivesse 5 anos”, como fazem para aceder ao portal, as crianças que não têm telemóvel? É, que na verdade não estou a perceber. Estou eu enganada, ou será que os (IN)Responsáveis da treta, não se lembraram disso? Sei que, no processo físico, acede-se a todos os membros familiares. Será que via “digital” também? Ou esqueceram esse pequeno GRANDE PORMENOR????

        Grata pela atenção

        Maria

        • Rui Cerdeira BrancoResponder

          Tinhamos uma forma de aceder – física – passámos a ter uma forma adicional – digital. Pode ter algumas limitações para grupos muito específicos mas ficámos pior do que estavámos?
          Às vezes acho que perdemos a perspetiva das coisas. Quanto menos pessoas houver a recorrer aos serviços administrativos físicos (porque podem fazê-lo de forma digital) mais fácil será a vida daqueles que continuarão a recorrer aos serviços físicos.
          Quanto à situação concreta das crianças não sabemos se está prevista alguma solução adicional para o digital. Se soubermos deixaremos nota neste artigo.

        • Rui Cerdeira BrancoResponder

          Atualização: No caso das crianças e dos idosos o acesso digital será possível mas, a menos que haja outro telemóvel para associar, far-se-á sempre através da leitura do cartão do cidadão (o que exige ter um leitor de cartões).

  • Roger WarwickResponder

    Quando a Chave Móvel Digital é associado a um passaporte (obrigatório para todos os estrangeiros residentes em Portugal), o acesso ao portal com este método não funciona. (NOTA: a minha CMD funciona bem em outros portais, por exemplo no ePortugal)
    Reportei o problema por primeira vez no dia 19 de Março (por telefone e por email para o endereço atendimento@sns24.gov.pt) e desde esse dia, mais 5 ou 6 vezes mas nada foi feito.
    Faltam só 7 dias para excluírem do portal todos os estrangeiros residentes em Portugal!

  • LigiaResponder

    Olá bom dia. Os idosos dementes por exemplo, em que são os filhos a tratar dos assuntos como fazem? Eu por exemplo associe o meu móvel à minha mae para ter a chave móvel, no entanto eu não posso ter pois o mesmo móvel não permite ter mais que um acesso. Agora, este Portugal poderia ser acessível com o login das finanças para quem não tem telemóvel. Não me vão obrigar a arranjar um telemóvel só para eu tratar dos assuntos da minha mae online. Vou ter de reportar. Mais, os idosos de 70/80/90 anos entregam a gestão aos filhos, pois eles não acedem ás novas tecnologias.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Suponho que a exigência de ter mesmo que ter um telemóvel por pessoa suceda por razões de reforço da segurança. Há um equilíbrio entre simplificar e não facilitar ações criminosas (como roubo de identidade ou abuso de confiança). Não sei se há alguma forma de registo enquanto cuidador que permita desbloquar essa situação.

      • LigiaResponder

        Bom dia, não tem logica. A questão do acesso credenciado do Portal das Finanças facilitaria. Telemóveis a pessoas dementes, e telemóveis a quem acabou de nascer? Só estamos a falar de 40% da população…. enquanto que o objectivo deles é atingir 1 milhão de pessoas com a CMD. E esquecem do resto da franja. isto é excluir automaticamente essas pessoas. E mais uma vez esquecem que os Pais gerem os Filhos e os Filhos ficam com a responsabilidade dos pais idosos. Alguma coisa tem de ser alterada.

        • Rui Cerdeira BrancoResponder

          No caso das crianças e dos idosos o acesso digital será possível mas, a menos que haja outro telemóvel para associar, far-se-á sempre através da leitura do cartão do cidadão (o que exige ter um leitor de cartões).

  • Joana FelgueirasResponder

    Bom dia,
    Como faço com os meus filhos, coloco o meu telemóvel e o meu email?
    Estou a tentar fazer a chave digital para eles e dá-me erro. E tenho leitor, consigo entrar, tenho o pin de autenticação e consigo entrar.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Com o email não haverá problema, quanto ao telemóvel é uma boa questão. Não encontrámos indicações sobre quais as opções para filhos menores (sem telemóvel próprio). Terá que tentar informar-se. Se descobrirmos algo voltaremos aqui.

      • LigiaResponder

        Olá. deverá criar email dos seus filhos e associar esse email para a CMD. Ao mesmo tempo pode solicitar a CMD através do Portal das Finanças, tal como os idosos com BI vitalício. Esclarecimentos dados pelo Atendimento SNS24.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Atualização: No caso das crianças e dos idosos o acesso digital será possível mas, a menos que haja outro telemóvel para associar, far-se-á sempre através da leitura do cartão do cidadão (o que exige ter um leitor de cartões).

  • António CarvalhoResponder

    Boa tarde,
    Tenho Cartão do Cidadão, posso pedir a chave digital móvel pela internet? Se sim quais os passos a dar?

    Obrigado

  • Luisa Maria Soares da SilvaResponder

    pois a minha filha está de momento a trabalhar e a viver em Barcelona, contudo vem cá com regularidade à médica de família, para consultas, medicação, exames…
    neste momento não tem um numero de telemóvel português, não consigo por este motivo pedir Chave Móvel Digital.
    Através do Portal das Finanças pedem as duas coisas:
    Telemóvel e Email ….
    Penso que poderia ser criada uma Chave Móvel por Família ( Crianças menores e Idosos…) ou o mesmo numero de telemóvel para vários elementos da família.
    No meu caso e creio que para milhares de pessoas, visto hoje em dia termos todos limitações de tempo, O Portal do Utente tem tido muita utilidade, tornando-se uma ferramenta indispensável no tratamento dos assuntos da saúde sem sobrecarregar os espaços físicos. Um Portal que funcionava tão bem é de lamentar esta situação. PF arranjem uma solução rápida.

  • Arminda PinhoResponder

    já tenho o pin da chave movel. quais são os passos a seguir?

    obrigado

  • Antonio RochinhaResponder

    Boas noites. Após activação da chave móvel digital, tentei entrar no portal SNS pela aplicação móvel e dá sempre mensagem a dizer que numero de telemóvel ou pin inválidos.
    Se entrar pelo portal no computador, entra sem dar erro.
    Como posso ultrapassar esta questão.

  • Jorge ReisResponder

    Bom dia,

    Na APP não permite associar a carta de condução. Existe algum motivo que eu desconheça para acontecer somente no documento em referência? Já testei adicionar o Cartão de cidadão e deu Ok.

    Solicito ajuada para resolver este assunto

  • CarmenNunesResponder

    Boa tarde, já pedi a cheve movel digital no dia 24 de Junho e até à presente data não recebi os códigos. Já tentei envia email a solicitar esclarecimentos em como devo proceder e até mesmo telefonar, mas sem sucesso. Alguem já teve o mesmo problema?

  • Guida GasparResponder

    Boa tarde, já fiz o pedido da chave móvel para mim e para a minha filha sem problema nenhum mas ao pedir para o meu marido aparece a seguinte mensagem: “Não existem dados de morada e/ou nome para efetuar o seu registo “. Alguém sabe como resolver? Obrigada

  • Pedro GomesResponder

    Bom tarde, tambem eu recibi esta mensagem, sabe alguem dizer porque?
    “Não existem dados de morada e/ou nome para efetuar o seu registo”

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.