Totta: Depósitos a prazo – Cuidado com os levantamentos antecipados (act.)

No processo de actualização das ligações da nossa folha sobre Depósitos a Prazo (onde procuramos identificar o maior número possível de depósitos a prazo não promocionais oferecidos pelos bancos a operar em Portugal) deparámos com o Depósito Crescente Mais B do Santander Totta. Captou-nos a atenção a taxa de retorno: um depósito a prazo a 5 anos, sem montante mínimo, que remunera (TANB) 3,75% do 1º ou 3º ano e 4% nos restantes o que representa uma TANB média de 3,85%. Ou seja, estamos na presença de mais um depósito com taxas crescentes, particularmente interessantes face à restante oferta que aqui temos referenciado. Haverá algum “mas“? Sim! É que contrariamente a outros depósitos a longo prazo que aqui temos referido, as condições de mobilização são significativamente mais penalizadoras o que, na prática, se tiver de mobilizar o depósito antes do 5 anos, o poderá levar num ápice de bestial a besta.

Se tal como nós não for fã da leitura de tabelas com fundo cinzento claro escritas a branco, corre o risco que lhe passem despercebidas algumas nuances. Mas se clicar no último link da página promocional onde, em letras miudinhas, encontra o caminho para aceder à agora obrigatória Ficha de Informação Normalizada, estabelecida pelo Banco de Portugal para facilitar a comparação entre depósitos, pode verificar que, na prática, a mobilização antecipada implica a perda automática dos juros relativos a praticamente um ano, afundando naturalmente a TANB média que efectivamente receberá pelo seu depósito.

Economia & FinançasO pagamento de juros é anual mas note que só pode mobilizar o depósito numa janela temporal que vai do “o 15º dia de calendário imediatamente anterior à Data de Pagamento de Juros relevante até, e incluindo o 1º Dia Útil imediatamente anterior à Data de Pagamento de Juros relevante sendo que perde na íntegra os juros que ainda não recebeu. Se, por exemplo, depositar lá 1000€ e tiver de levantá-los daqui a 359 dias irá receber 0€ de juros; se precisar deles daqui a 6 meses, não poderá sequer mobilizá-los. Se os quiser levantar no próprio dia ou no dia seguinte ao vencimento dos juros não poderá fazê-lo.

Em suma, talvez faça sentido efectuar este depósito SE tiver a certeza de que não vai precisar mesmo do dinheiro durante 5 anos e SE acreditar que a TANB média dos próximos 5 anos ficará abaixo dos 3,85%. Ora 5 anos são muito tempo, pessoalmente, continuo fã das propostas existentes no mercado que vão até 2 anos, mas se quiser assegurar desde já um retorno fixo médio de 3,85% (valores antes de imposto) talvez lhe interesse esta proposta do Santander Totta. Em todo o caso leia com atenção, como sempre, a dita ficha de informação normalizada, garantimos que evitará dissabores futuros se seguir sempre este hábito. Se detectar alguma inconsistência nesta análise não deixe de nos dar nota para eventual correcção.

Entretanto, prosseguimos a actualização da nossa lista de ligações para Depósitos a Prazo.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

.