Défice 2015: Comissão Europeia não alinha com as previsões do Governo (revisto)

A Comissão Europeia não alinha com as previsões do Governo para o défice público de 2015. Nas suas previsões de outono, a Comissão Europeia prevê que com o ritmo de crescimento económico esperado para Portugal e para os seus principais parceiros e com o orçamento de estado proposto para 2015, o défice ultrapasse claramente os 3% devendo fixar-se nos 3,3%, um valor a seis décimas de diferença dos 2,7% prometidos pelo governo. O próprio défice de 2014 é revisto em alta, esperando-se que fique muito próximo dos 5% (4,9%).

A Comissão apresenta também uma significativa revisão em baixa para o crescimento económico para 2014 e para 2015. Para 2014 altera a sua previsão de 1,2% para 0,9% e para 2015 altera a sua previsão de 1,5% para 1,3%. A confirmarem-se estes números  credibilidade do próprio orçamento do estado 2015 é posta em causa pois estas previsão estão claramente afastadas do cenário macroeconómico em que o governo se baseou para preparara sua proposta.

Quanto à inflação a Comissão espera que esta seja marginalmente negativa em 2014 e de 0,6% para 2015. A dívida pública deverá diminuir muito lentamente em 2014 podendo cair para 125,1% do PIB em 2015. Quanto ao desemprego a maior queda esperada será mesmo entre 2013 e 2014, devendo desacelerar nos anos seguintes ainda que mantendo a queda.

Nestas previsões de outono de 2014 a comissão apresenta também as primeiras previsões para 2016. Por exemplo para o PIB 2016, a previsão é de que cresça 1,7% esperando-se uma inflação 2016 ainda abaixo de 1%.

.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.