Histórico de Etiquetas: INE

INE: défice comercial volta a aumentar quatro anos depois

Os dados preliminares de final de ano do INE relativos às estatísticas do comércio internacional de bens revelam que em 2014 as exportações pagaram menos importações do que em 2013, ou seja, apesar de terem crescido ligeiramente (1,8%) fizeram-no a um ritmo mais lento do que as importações (3,2%) não conseguindo assim evitar um aumento do

Desde 2012 que a confiança dos consumidores não caía três meses consecutivos

Depois de um período de vários meses em que os níveis de confiança dos consumidores portugueses recuperam atingindo máximos históricos (março de 2015), os últimos três meses trouxeram uma degradação neste indicador. Desde o final de 2012 que o indicador de confiança dos consumidores não registava pelo menos três meses em queda. Segundo o INE,

Mercado de trabalho degrada-se em maio de 2015 em Portugal

As estatísticas do emprego e do desemprego continuam a revelar uma situação de alguma variabilidade. Depois de uma melhoria em abril, apontam agora para uma degradação do mercado de trabalho em maio de 2015. Segundo o INE, a taxa de desemprego subiu de 12,8% em abril para 13,2% em maio (acima da estimativa preliminar para

Poupança das famílias ao nível mais baixo em quase 7 anos

Desde o último trimestre de 2008 que a taxa de poupança das famílias não registava valores tão reduzidos tendo caído muito acentuadamente desde o quarto trimestre de 2013, praticamente coincidindo com o regresso a valores positivos na taxa de crescimento do PIB. De facto temos a poupança das famílias ao nível mais baixo em quase

A especulação imobiliária está de volta?

Correção de preços? Regresso dos movimentos especulativos no imobiliário? Para já o que é certo é que a tendência ascendente das avaliações bancárias surge confirmada e reforçada pelos dados mais recentes divulgados pelo INE e as avaliações bancárias sobem claramente acima da inflação em todas as regiões do país. Em maio, a variação homóloga foi de

População residente diminuiu em 52,5 mil pessoas num ano

População residente diminuiu em  52,5 mil pessoas num ano. São estes os dados mais recentes das Estimativas de População Residente 2014 que o  INE divulgou em detalhe. Segundo o INE havia em Portugal no final de de 2014, 10.374.822 residentes. A quebra populacional justificou-se quer pelo saldo natural negativo de 22 423 indivíduos (excesso de mortes

Quais as regiões mais e menos desenvolvidas – Índice Sintético de Desenvolvimento Regional

O INE acaba de divulgar mais uma edição, a de 2013, do Índice Sintético de Desenvolvimento Regional, um indicador compósito que permite acompanhar a evolução de cada região do país. Na realidade o INE, através de vários indicadores socio-económicos e demográficos, constrói vários outros indicadores sintéticos que realçam os aspetos mais relevantes e se traduzem em

Taxa de inflação aproxima-se de valores positivos (maio 2015)

A taxa de inflação caminha a passos largos para valores positivos. Em maio de 2015 registou-se o 12º mês consecutivo com variações médias de 12 meses negativas mas nos últimos meses alguns dos efeitos que vinham promovendo a descida dos preços do cabaz assumido como referencial para o consumidor português reduziram-se. Em concreto, no mês de

Como pode a população empregada aumentar mais do que a queda do desemprego (abril 2015)

Segundo as Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego do INE a população empregada subiu para 4 486,3 mil pessoas em abril de 2015, aumentando assim em 22,1 mil pessoas face ao mês anterior (dados corrigidos de sazonalidade). Curiosamente, nesse mês a população desempregado apenas diminuiu em 10,7 mil indivíduos fixando-se nas 667,8 mil pessoas. Como pode a população

Consumo privado continua a explicar integralmente o crescimento do PIB (act.)

Segundo os dados mais detalhados sobre a contas nacionais trimestrais relativas ao primeiro trimestre de 2015, o crescimento homólogo do PIB de 1,5% no início de 2015 foi explicado pela procura interna.  A procura externa líquida beneficiando de uma conjuntura cambial particularmente favorável registou um crescimento das exportações e das importações com impactos que se

INE: Mais empresas, menos negócio, menos emprego

O INE divulgou hoje as estatísticas definitivas sobre as “Empresas em Portugal” em 2013 e escolheu para título do seu destaque à comunicação social “Mais empresas, menos negócios e menos emprego”. Segundo o INE “Existiam, em 2013, 1 119 447 empresas em Portugal, mais 3,0% que no ano anterior. Ainda assim diminuiu o volume de

Carga fiscal em 2014 continuou claramente abaixo da média da União Europeia

Por mais contra intuitivo que possa parecer, muito à conta das subidas muito rápidas de impostos registadas nos últimos anos, a carga fiscal em 2014 continuou claramente abaixo da média da União Europeia. De facto, segundo dados das Estatísticas das Receitas Fiscais hoje divulgados pelo INE relativos a 2014, a carga fiscal em Portugal medida em

Preços crescem 0,4% face a abril de 2014 mas inflação mantém-se negativa

Uma décima de cada vez os preços crescem 0,4% face a abril de 2014. Segundo o INE, o índice de preços no consumidor fixou-se em abril de 2015 0,4% acima do registo verificado no mesmo mês do ano anterior. Ou seja, mais uma décima do que o que havia acontecido em março. Considerando a taxa

Crescimento das Exportações e Importações a par em Março 2015

Entre março e fevereiro de 2015, as taxas de variação homóloga das exportações e das importações de bens das empresas a operar em Portugal aceleraram significativamente. Quanto às exportações passaram de +3,9% para +10,9%, enquanto as importações abandonaram uma queda de 4,1% e praticamente cresceram ao mesmo ritmo das exportações em março ao registarem uma subida

Subemprego cresce 4 vezes mais depressa que emprego total

Sendo certo que face ao quarto trimestre de 2014, a taxa de desemprego para o primeiro trimestre de 2015 aumentou duas décimas, fixando-se nos 13,7%, também é verdade que esta subida pode ter uma explicação sazonal, assim, comparando os dados trimestrais do início de 2015 com os do mesmo período de 2014, o INE revela que

Número de mortes supera a de nascimentos há 6 anos consecutivos – 2014

O INE divulgou hoje as Estatísticas Vitais disponibilizando no seu sítio “um conjunto de indicadores relativos a nados vivos, óbitos e casamentos com informação referente a 2014, desagregados territorialmente para os níveis NUTS I, II e III (NUTS 2013) e Município.” Divulga assim pela primeira vez informação demográfica relativa a 2014 e começa por concluir

Top