Simulador IRS 2019 (rendimentos de 2018) – NOVA VERSÃO

Nas últimas semanas, o leitor Francisco Mesquita tem-nos enviados algumas versões sucessivamente melhoradas do seu simulador para o IRS 2019 relativo a rendimentos de 2018.  O trabalho realizado é feito a título gracioso e tem sido difundido em anos anteriores em alguns sítios da internet. Do contacto que tivemos com o simulador parece-nos bem feito e suficientemente abrangente para gerar interesse generalizado.

Neste artigo destacaremos também o simulador da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN).

Simulador IRS 2019 (rendimentos de 2018)

Este ano juntamo-nos aos sítios que o fazem contando que o esforço e empenho colocado neste simulador desenvolvido em excel possa ser útil a um número alargado de leitores do Economia e Finanças. Fica também o agradecimento público ao autor pelo serviço à comunidade que tem vindo a prestar ao longo dos anos.

Juntamente com o ficheiro principal com o simulador de IRS, surge ainda um ficheiro auxiliar com instruções relativas a inserção das despesas recolhidas via e-fatura no simulador. Os ficheiros que constam deste artigo e cujas ligações surgem de seguida referem-se a uma versão divulgada a 19 de fevereiro de 2019.

Faça aqui o download do:

Se tiverem alguma dúvida ou sugestão de melhoria encontrará forma de contactar o autor nos contactos que surgem nos próprios ficheiros. Poderá também usar os nossos contactos ou caixa de comentários para interagir com a nossa comunidade de leitores.

 

Outro simulador:

Outro simulador bem mais simples e menos poderoso mas que poderá ser útil para muito e não exige descarregar ficheiro é o simulador de IRS preparado pela APFN. Está disponível na internet para sócios e não sócios.

 

Naturalmente, qualquer simulador não substitui a consulta da lei, códigos fiscais e as contas e o simulador oficial das finanças. Este simulador está preparado para um conjunto de situações mais comuns podendo não abranger todas as situações particulares de cada agregado familiar.

A propósito do IRS, recordamos que este ano de 2019 há novos prazos de entrega do do IRS, tal como já demos nota há alguns meses no Economia e Finanças.

Tagged under:

18 Comentários

  • Rafael OliveiraResponder

    Ao clicar passo a passo não obtenho funcionamento

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Tem as macros ativas?

  • zita freitasResponder

    O simulador não funciona

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Tem as macros ativas? Por vezes, por razões de segurança, o excel não tem as macros ativas. Para usar este simulador terão que estar ativas.

  • SolangeResponder

    Não consigo inserir as deduções e tenho as macros ativas

  • João TeixeiraResponder

    Agradeço ao Fernando Mesquita pois já utilizo os seus simuladores há varios anos e são sempre bem feitos. O ultimo que tenho faz sempre as deduções de 11 % ( valor da TSU ) mas não lhe meto essa parte até ao valor de 4104. e resolve o problema. Com este simulador sei que p ex. as pensões altas são superiores as de 2011 e as inferiores sujeitas a irs ainda irão continuar inferiores a 2011

  • AndreResponder

    Simulador funciona perfeitamente. Obrigado.

  • pinkitalienResponder

    esta tudo a funcionar na perfeição só que deve ser só para 2025 e não 2019 esqueceram-se de o dizer que a simulação era realmente para 2025 ou mais»

  • JorgeResponder

    Boa noite.
    Qual a última versão?
    Obrigado

  • Maria MResponder

    Funciona na perfeição. Obrigada pela partilha.

  • elisabeth martinsResponder

    bom dia

    alguém me ensina como faço para inserir uma linha???

    O simulador e so de leitura mas eu preciso de acrescentar linhas!

    Obrigada

  • JorgeResponder

    Obrigado Rui Cerdeira

  • Carolina MartinsResponder

    Bom dia,

    Não sei se me podem ajudar, mas tenho uma dúvida, no ano passado o meu marido fez o resgate parcial do PPR, sei que temos de devolver todos os benefícios fiscais auferidos , acrescidos dos 10% por cada ano. Fomos às Finanças tentar saber desde 2008 quais tinham sido os valores desses mesmos benefícios fiscais, por cada ano, e se utilizados, ao que nos transmitiram que não sabem e que teremos de ser nós a simular esses valores. Como posso eu saber quais os valores utilizados, ou não, na dedução à colecta, por cada ano?

    Cumprimentos

    Carolina Martins

  • Beatriz MatiasResponder

    Bom dia,
    O simulador tem em conta as despesas associadas à atividade de trabalhadores independentes?
    (P.ex: eu tenho despesa de formações, que pus associadas à atividade e não aparecem no e-fatura diretamente na página principal, tenho de pesquisar.)
    Se sim, onde as coloco?
    Obrigada.

  • Beatriz MatiasResponder

    Entretanto já vi onde estão, obrigada! Muito bom simulador, obrigada!

  • José PilotoResponder

    Vendi uma casa em 2019. Como só tenho de declará-la para o ano que vem, utilizei o programa atual ( versão 02-2018 ) para calcular o valor aproximado máximo que devo pagar para o ano. Mas esta versão ignora os valores que introduzo no anexo G e calcula como se não estivesse nada lá!
    E obrigado ao Sr Francisco Mesquita o que nos tem facultado ao longo destes anos.

  • Pedro OliveiraResponder

    Boa noite

    O simulador ignora rendimentos de prestações de serviços de atividades específicas (403)

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.