Reembolsos IRS, Pagamento do IMI, Descida IRS na Rendas – TOP 10

Logo Economia e Finanças

Quais foram os 10 artigos mais partilhados nas últimas quatro semanas ou, por outras palavras, ao longo de quase todo mês de abril de 2019?

Houve três artigos que superaram as 500 partilhas cada um nas redes sociais onde o Economia e Finanças está presente. O primeiro e terceiro abordaram novidades referentes ao IRS; o segundo indica as datas de pagamento do IMI em 2019.

O IRS surge como tema principal em mais artigo deste TOP 10. Os restantes artigos cobrem temas tão diversos como as novidades no IVA da eletricidade, as taxas TAEG e spreads no crédito à habitação mas também alguns tópicos da conjuntura económica nacional, alguns utilitários dos motores de busca e um utilitário sobre a produtividade no trabalho (artigo patrocinado).

Recorde ou leia pela primeira vez os artigos mais relevantes e que lhe possam interessar pessoalmente.

 

Reembolsos do IRS 2019 a caminho – recorde prazos e coimas +500

Datas para pagamento do IMI em 2019 +500

Condições para beneficiar de redução da taxa de IRS no arrendamento de longa duração +500

IVA da eletricidade e gás desce para 6% em julho de 2019 mas depende da potência ou consumo contratado +100

Quem tem que entregar o Anexo SS com o IRS? +100

Melhores Spreads e TAEG no Crédito à Habitação Abril 2019  89

Produtividade no trabalho: dicas para um escritório eficiente 85

Como cancelar uma subscrição por notificação no Chrome? 53

Taxa de desemprego entre os jovens caiu 5 pontos num ano – fevereiro de 2019  45

Confiança dos consumidores aumenta em abril de 2019  45

 

Tagged under:

1 Comentar...

  • Fernando da Silva RoqueResponder

    Com os meus cumprimentos, agradeço, aos serviços das finanças, a rapidez com que resolveram todos os pormenores relacionados com o IRS, assim como o seu reembolso.
    Na minha opinião, os medicamentos naturais deviam fazer parte das despesas do IRS, na medida em que, eu, pessoalmente e restante família, despendemos quantias avultadas de dinheiro para os comprar. Associados a estes medicamentos, há doenças, como é o caso do cancro que devia ter um tratamento especial, porque só quem o tem, avalia a destruição física e psicológica que este causa.
    No que respeita ao IMI, eu já paguei este imposto, na sua totalidade e desejava ver, no portal das finanças, esse pagamento, porque se evitavam futuras confusões que prejudicam, principalmente, os contribuintes.
    No que se refere ao IUC devia ser pago em qualquer altura, antes do mês destinado ao seu pagamento, porque se evitavam esquecimentos que são sempre prejudiciais, para quem que pagar.
    Com os meus agradecimentos e o desejo de muitas felicidades e muita saúde, despeço-me com amizade.
    Fernando da Silva Roque, contribuinte n.º 102681872.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.