Dos melhores na satisfação do cliente 2011: Generali, BPI, Vodafone, Zon, PT e Metro de Lisboa

Quais as melhores na satisfação do cliente 2011? Foi publicado mais um Índice Nacional de Satisfação do Cliente (ECSI Portugal), desta vez relativo ao ano 2011. O estudo além de analisar os seis grandes sectores de actividade  (Banca, Seguros, Comunicações, Águas e Combustíveis mais Gás em Garrafa) acompanhou nesta edição mais um sector: o da eletricidade. Foram também analisados, como habitualmente  os transportes das áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa.

Também como vai sendo habitual, apesar de se conhecerem as empresas que se submeteram ao escrutínio, foram poucas as que autorizaram a divulgação das suas posições relativas nos seus sectores quanto ao Índice Nacional de Satisfação do Cliente. Ainda assim, além da informação sobre os vários parâmetros de avaliação de cada sector foi possível extrair alguma informação útil que sinaliza a qualidade de algumas prestadores de serviços.

No sector segurador, apesar de não ter atingido o topo absoluto (a categoria residual “outras seguradoras” obteve mais duas centésimas de índice), a Generali foi a melhor classificada de entre as seguradores avaliadas individualmente (a saber: Allianz, Axa Seguros, Fidelidade Mundial, Generali, Império Bonança, MetLife e Tranquilidade).

Algo parecido aconteceu com o sector bancário, fazendo o BPI o papel da Generali. Neste caso o BPI, não tendo superado o residual “Outros”, superou BES, CGD, Millennium BCP e Santander Totta.
No subsector das telecomunicações móveis o galardão de satisfação do cliente foi para a Vodafone.
Na televisão por subscrição foi para a Zon.
Na internet fixa foi para a PT.
Na internet móvel venceu a Vodafone.
E nos combustíveis a informação não pode ser divulgada tal como no subsector do gás em garrafa.
Quanto ao gás natural destacou-se a Dianagás.
Um último destaque para o Metro de Lisboa que superou a Carris e a CP e para as Águas de Coimbra no sector das águas.
Mais detalhe disponíveis no sítio da ECSI que tem coordenado este estudo patrocinados por várias instituições da indústria e da academia.

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.