Acompanhando a novela REPower

A Areva deixou cair condições que tinha imposto na sua proposta de OPA sobre a REPower, nomeadamente a da limitação da oferta à maioria mínima que lhe permitisse controlar a empresa, mas até ao momento ainda não cobriu a última oferta da Martifer/Suzlon.

Será isto uma piscadela de olhos à Martifer (maior accionista da REPower) para que venda já a sua participação e desista da OPA? Detalhes nesta notícia do Diário Económico.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.