Funcionários públicos não vão receber 20% do que perderam com a austeridade

A conta apresentada no DEO é simples “Para 2015, a reversão de 20% da taxa de redução aplicada atualmente(…)” contudo por redução aplicada atualmente entende-se apenas o impacto monetário nominal expresso nos salários brutos. Ou seja, estes 20% que se deverão devolver não incidem nem sobre o aumento acumulado da

Ler mais

O que vai mudar nos suplementos remuneratórios da função pública em 2015?

O Documento de Enquadramento Orçamental agora divulgado estabelece algumas linhas de orientação que afetaram a evolução dos suplementos remuneratórios existentes na Função Pública, contudo, estes princípios não permitem apurar como, onde e em quanto se traduzirão as alterações. O DEO refere que não existirá uma solução única, cada suplemento será avaliado

Ler mais

Pensões: Contribuição de Sustentabilidade entrará em vigor em 2015

Em 2015, a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) será substituída pela Contribuição de Sustentabilidade que deverá, na prática, reduzir os cortes aos pensionista para cerca de metade dos existentes em 2014. Outra alteração passa por instituir um “fator de equilíbrio” que prevê condições que adicionais às existentes para apurar a atualização

Ler mais

Governo promete devolver "tendencialmente" ao longo de 5 anos salários no Estado

Governo promete devolver 20% dos salários em 2015, ou seja, governo promete devolver “tendencialmente” ao longo de 5 anos, salários no Estado. “(…) Nesses termos o Governo aprovou, e pretende discutir com os representantes dos trabalhadores, a reversão gradual das reduções remuneratórias, tendencialmente num horizonte de cinco anos. Em particular, prevê-se: Para 2015,

Ler mais

NOS