Nova lei de arrendamento urbano 2012 aprovada

[wp_ad_camp_1]

A nova lei de arrendamento urbano foi finamente aprovada e apresenta poucas mas algumas alterações face à “Proposta de nova Lei do Arrendamento Urbano aprovada: conheça as alterações” entregue há meses no parlamento.

Para já, sabe-se que só deverá entrar em vigor na sua totalidade em outubro do corrente ano. Logo que seja publicada em Diário da República daremos aqui nota do referido diploma.

Tagged under:

10 Comentários

  • fernandes juniorResponder

    oxala seja justa e nao proteja os vigaristas como a atual

  • vicente martins neto vidigalResponder

    vamos ver se o tipo de informação fornecido tem merecimento para ter
    continuidade

  • vicente martins neto vidigalResponder

    Será que a Lei terá uma aplicação convincente, certamente que não, pois foram muitos anos sem qualquer tipo de ordenamento para os arrendamentos.

  • vicente martins neto vidigalResponder

    Então quando é que acaba essa moderação?

  • João Rodrigues CerqueiraResponder

    Espero que todos os que até agora exploraram os Senhorios e todos os outros contribuintes, começem a pagar o que lhes cabe em face da nova lei do arrendamento.
    As rendas de casa já deveriam estar descongeladas há 40 anos, dado que é desde essa data que os profissionais da politica (reles, que estão todos ricos pelo que desviaram, só o Sr António Oliveira Salazar foi político durante tanto tempo e morreu pobre.

  • Pingback:Mudanças na lei de arrendamento: leituras selecionadas para sua informação | Economia e Finanças

  • silvaResponder

    Nesta nova lei esqueceram-se de falarem nos senhorios (todos)que quando tinham um andar para alugar de renda congelada, colocavam a chave em leilão e entregavam o andar a quem dessem mais pela chave.
    Eu em 1976, paguei 100 contos para alugar um andar usado.

  • MárioResponder

    Mete um pouco de água 100 contos em 1976 comprava-se uma casa a pronto pagamento e ainda sobrava muito, se tinha esse dinheiro compra-se em vez de alugar ( ou então se pagou o que duvido deve ter uma renda miserável a esta altura como tantos outros).
    Viva a nova lei e que se faça cumprir á risca a lei.

    Muita coragem para o PSD ter tomado esta atitude vai perder votos (ou não) mas Parabens PSD

  • José CunhaResponder

    Até que enfim que um governo teve a coragem de mecher na lei do arrendamento,mesmo os que nada fizeram senão congelarem aumentos são os mesmos que hoje não queriam que outros actualizassem as rendas,pobres de espírito,já viram como está o mercado de arrendamento??? é desta forma com o vasto património a cair aos bocados que se defem os arrendatários???
    Mais vale tarde do que nunca,esses partidecos da chamada esquerda que à custa dos outros querem ganhar votos,apenas lhes lembram o que disse um dia a chefe de governo inglesa M.Tacher”só há socialismo enquanto houver dinheiro” que verdade tão evidente…

  • José CunhaResponder

    Será desta vez que se faz justiça aos proprietários dos imoveis,quer estajam estes em bom estado ou em ruínas,oxalá que o mercado de arrendamento seja mais flexivel e que sirva as duas partes e não só os inquilinos como décadas assim foi.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.