Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia

Quanto vai pagar de sobretaxa em 2016?

By Fiscalidade

IRS: a sobretaxa em 2016 será significativamente reduzida em 2016 para a esmagadora maioria dos contribuintes, tanto mais quanto menor for o rendimento coletável de cada agregado familiar. A nova grelha de referência por escalões foi aprovada no parlamento e só não se traduz numa redução direta para as cerca

Ler mais

Sobretaxa de IRS será mitigada pelo número de dependentes (OE 2013 – proposta oficial)

Confirma-se que a sobretaxa extraordinária de IRS a aplicar sobre o rendimentos de 2013 será de 4%, a confirmar-se a aprovação da proposta de orçamento do estado para 2013 entregue pelo governo no parlamento. O valor coletável será mitigado em 2,5% dos salário mínimo, ou seja em €12,125/mês por dependente

Ler mais

Circular das finanças com esclarecimentos relativos à Sobretaxa extraordinária – IRS 2011

As Finanças estão a dar destaque no twitter à sua recente circular nº23/2011 de 3 de Outubro relativa à  “Sobretaxa extraordinária sobre os rendimentos sujeitos a IRS, auferidos no ano de 2011“. Nesta circular são dadas explicações quanto à obrigação da retenção na fonte, quanto ao cálculo,  à data da constituição da

Ler mais

Fórmula de cálculo para apuramento do Imposto Especial – retenção mensal (act.II)

Depois de analisarmos o documento das Finanças e após lermos vários artigos interpretativos na imprensa e media em geral (alguns com erros grosseiros) somos levado a concordar (sem absoluta certeza) com a interpretação expressa pelo Jornal Público no artigo "Sobretaxa de IRS leva baixos rendimentos a "emprestar" dinheiro ao Estado em 2011". A fórmula a aplicar aos trabalhadores dependentes no mês em que receberem o Subsídio de Natal provavelmente será a seguinte: Valor do Imposto Especial = [Valor do Salário Bruto*(1- Taxa Retenção de IRS- Taxa Social Única) - Valor do Salário Mínimo Nacional]*0,5 Sendo o Valor do Salário Mínimo Nacional de 485€. Calculando a diferença entre o salário do trabalhador (depois de deduzido do IRS normal e da Taxa Social Única) e o salário mínimo, ou por outras palavras, calculando a diferença entre o salário líquido do trabalhador e o salário mínimo nacional e multiplicando o resultado dessa diferença por 0,5 deverá ficar a saber qual o valor do vencimento que será retido como imposto especial.

Ler mais