Desemprego com a mais longa queda consecutiva desde 2003

Com a queda do número de incritos nos centros de emprego registada em novembro de 2021, verifica-se a oitava queda mensal consecutiva no número de desempregados, algo inédito desde 2003.

No final de novembro de 2021 havia 345.884 desempregados. De entre estes, 293.346 estavam à procura de novo emprego (os restantes poderão estar já muito perto da idade da reforma, por exemplo), e destes cerca de 3 em cada 4 provinham do setor dos serviços.

Nesse mesmo mês, as maiores quedas no desemprego face a igual mês de 2020, a nível regional, registaram-se no Algarve (-23,4%) e na Madeira (-23,9%). A queda no desemprego foi, contudo, transversal a todas as regiões do país como se pode constatar no gráfico que reproduzimos, produzido pelo IEFP.

Fonte: IEFP, dados de NOvembro de 2021

Apesar da retoma do turismo ao longo de todo o ano de 2021 estar a ter um papel importante, merece destaque o facto do desemprego, face a idêntico período de 2020, ter diminuido em todos os setores: -11,6% na agricultura, -17,0% no setor secundário que, como se sabe, inclui a indústria transformadora e -12,7% no setor terciário que incluiu, entre muitos outros, o comércio e o turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *