O fim do One Signal (push messages) eis alternativas GRÁTIS

Logo Economia e Finanças

Vamos descontinuar o serviço One Signal (push messages) pois o custo inerente ao mesmo é exorbitante e temos que encontrar alternativas compatíveis com o nosso projeto. Não iremos aceitar novas subscrições via push messages ainda que durante o próximo mês o serviço continue ativo para quem o tenha subscrito. Há alternativas ao One Signal? Sim, várias. Sem prejuízo de nas próximas semanas avaliarmos outras hipóteses, deixamos desde já aqui sugestões para os nossos leitores.

Neste artigo apresentamos algumas alternativas cómodas, gratuitas e cumpridoras do GPDR que os nossos leitores podem usar para receber notificações regulares dos nossos artigos.

 

Guarde-nos nos favoritos e visite-nos!

Esta é a opção ideal. Junte o Economia e Finanças à sua barra de favoritos e visite-nos de vez em quando ou, melhor ainda, eleja-nos como a sua homepage, ou página principal, assim, quando abrir o browser, poderá ver de imediato as últimas novidades que publicámos.

 

Subscreva a nossa newsletter

Subscreva a nossa newsletter (pode fazê-lo aqui). A newsletter é de gestão automática e total por parte do leitor e carece apenas de um registo podendo ser cancelada a qualquer momento (há uma ligação para o efeito no final de cada email). A base de dados é gerida pelo Google (feedburner) e está mapeada junto da CNPD.

Os leitores receberam tipicamente um email por dia contendo, ou a totalidade, ou um resumo dos artigos que tenhamos publicado nas 24 horas anteriores. Neste momento temos cerca de 18 mil subscritores.

Pode ainda subscrever um artigo concreto (para acompanhar atualizações ou novos comentários) ou usar o subscritor do wordpress para todo o sítio. Pode fazê-lo junto da caixa de comentários de qualquer um dos nossos artigos.

 

Siga-nos num leitor de RSS-feeds

Outra hipótese é utilizar um serviço de leitor de RSS-feeds como o feedly onde pode colecionar os feeds dos seus sítios favoritos. O feed do Economia e Finanças que deverá adicionar ao leitor é o seguinte: https://economiafinancas.com/feed/

Deslocando-se ao feedly encontra os resumos dos artigos publicados nos seus sítios de eleição, como o Economia e Finanças (onde temos mais de 1000 subscritores). Os resumos costumam ficar disponíveis pouco minutos após os artigos terem sido publicados.

O serviço é gratuito.

 

Siga-nos via Twitter

Outra hipótese é receber os nosso alertas no twiiter onde contamos co mum pouco mais de 1500 seguidores. o nosso user é este: http://twitter.com/EcoFinT

 

Siga-nos via Facebook

No facebook temos “61 026 pessoas gostam disto”. É uma outra alternativa ainda que o probabilidade de deixar de ver os nossos alertas na sua área de atualizações seja elevada.

O modelo de negócio do Facebook passa, também, por forçar os gestores dos sítios a pagarem ao Facebook para que os seus seguidores sejam avisados dos sítios que eles próprios decidiram seguir.

Se interagir com o sítio colocando gostos e comentando, irá continuar a receber os avisos mas se passar alguns artigos sem interagir, a sua subscrição do Economia e Finanças via Facebook passará a ser inútil.

Em todo o caso, é melhor do que nada e pode seguir-nos aqui: Facebook do Economia e Finanças. Esporadicamente faremos campanhas no Facebook para destacar artigos muito relevantes.

 

Siga-nos via Google+

O Google + ainda existe? Há quem diga que sim. Se for um dos seus utilizadores, também oferecemos essa opção (aqui).

 

Sabia que temos um canal no YouTube?

Pode também seguir-nos no YouTube ainda que nesse caso só seja avisado dos novos vídeos. mas vale a pena estar atento. São poucos mas com muito boas reações no geral. É espreitar e subscrever aqui. E dê-nos sugestões de vídeos que consideraria úteis! Estamos perto dos 300 subscritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published.