Certificados do Tesouro batem todos os depósitos a prazo não promocionais – maio 2018

Após consultarmos os sítios online dos bancos que oferecem depósitos a prazo e depois de termos consultado o sítio do IGCP onde se divulga e podem subscrever os certificados do tesouro e os certificados de aforro concluímos que os Certificados do Tesouro batem todos os depósitos a prazo não promocionais.

De facto, tendo atualizado a nossa base de dados com os melhores depósitos a prazo, verifica-se que há alguns depósitos a prazo que oferecem taxas de juro mais interessantes do que os produtos de poupança do Estado mas apenas quando se tratam de produtos promocionais para captar novos clientes ou novos capitais.

Para compararmos os depósitos a prazo com os certificado do tesouro poupança crescimento (clique aqui para conhecer o produto em detalhe), dividimos os certificados  – que têm uma maturidade de sete anos – em sete “produtos” diferentes, ou seja, apurámos qual seria o retorno se se mantivessem os certificados durante um, dois, três, quatro, cinco, seis e sete anos.

Naturalmente, a definição daquilo que é o melhor produto dependerá dos objetivos de cada investidor e a taxa de juro é apenas um dos fatores a ter em conta. A maturidade, a penalização por mobilização antecipada, o montante mínimo e máximo, as comissões associadas a ter conta nesse banco, são outros dos vários aspetos a ter em conta. No ficheiro com o comparativo procuramos deixar a ligação para cada ficha de informação normalizada, um instrumento muito útil para comparar vários depósitos a prazo.

Pode consultar essa comparação no nosso ficheiro excel disponível na página de depósitos a prazo.

Aqui publicamos um excerto com as 20 melhores ofertas ordenadas de acordo com as taxas de juro.

    Prazo   Nome do Depósito   TANB   TANL   Tipo de Taxa   Depósito Mínimo   Depósito Máximo   Só para novos capitais?
     Nº   Unidade                            
BEST 3 meses 2,25% já (Não Mobilizável) 2,25   1,620   Juros pagos à cabeça 2 500 50 000 Novos clientes
Banco BIG 3 meses Super Depósito 2   1,440   Fixa 500 50 000 Novos clientes
Banco Carregosa 3 meses Go Bulling Bem-Vindo 2   1,440   Fixa 5 000 50 000 Sim
Invest 3 meses Choice Novos Montantes 1,4   1,008   Fixa 2000 75000 Sim
Invest 6 meses Choice Novos Montantes 1,4   1,008   Fixa 2000 75000 Sim
Invest 1 anos(s) Choice Novos Montantes 1,4   1,008   Fixa 2000 75000 Sim
ESTADO – IGCP 7 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Crescimento 1,39   1,003   Crescente (média de 7 anos)+Variável PIB 1 000 1 000 000 Não
ESTADO – IGCP 6 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Crescimento 1,25   0,900   Crescente (média de 6 anos)+Variável PIB 1 000 1 000 000 Não
Banco BIG 6 meses Super Depósito 1,25   0,900   Fixa 500 50 000 Novos clientes
Banco Privado Atlântico – Europa 2 anos(s) SEMESTRAL 1,2   0,864   Crescentes (semestrais) 500 250 000 Não
Invest 5 anos(s) 5 anos e um dia 1,2   0,864   Fixa 2000 500000 Não
Finantia 3 anos(s) Depósito a prazo 1,2   0,864   Fixa (juros anuais) 50 000 500 000 Sim
BNI Europa 5 anos(s) BNI Europa 5 anos 1,15   0,828   Fixa 1 000 N/A Não
ESTADO – IGCP 5 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Crescimento 1,11   0,799   Crescente (média de 5 anos)+Variável PIB 1 000 1 000 000 Não
Banco Privado Atlântico – Europa 2 anos(s) DP Atlântico 1,1   0,792   Fixa 500 250 000 Não
BNI Europa 4 anos(s) BNI Europa 4 anos 1,1   0,792   Fixa 1 000 N/A Não
BNI Europa 5 anos(s) BNI Europa 5 anos 1,1   0,792   Fixa 1 000 N/A Não
Invest 2 anos(s) Depósito 2 anos 1,1   0,792   Fixa 2 000 500 000 Não
Finantia 2 anos(s) Depósito a prazo 1,1   0,792   Fixa (juros anuais) 50 000 500 000 Sim
Finantia 6 meses Depósito a prazo 1,1   0,792   Fixa 50 000 500 000 Sim

Nos próximos meses continuaremos a atualizar a base de dados, à semelhança do que vimos fazendo há vários anos.

Bons negócios!

2 comentários sobre “Certificados do Tesouro batem todos os depósitos a prazo não promocionais – maio 2018

  1. Claro que os Bancos nunca vão pagar juros mais altos que o Estado, enquanto tiverem dinheiro praticamente de borla do BCE/FMI.
    Enquanto as pessoas forem obrigadas a ter contas nos bancos para receberem os vencimentos, ordenados e pagarem as respetivas despesas de manutenção, que fica aproximadamente em 20% do saldo médio de cada conta.
    Não é preciso ser muito inteligente para fazer estas contas, as pessoas é que não se querem dar ao trabalho de as fazer.

  2. Informação incompleta sobre os certificados de Tesouro. Quem não estiver informado sobre os mesmos não entende que as taxas de juros sobem gradualmente e que no final do investimento a taxa média liquida ronda os 1,70% .

Deixar uma resposta