INE precisa de entrevistadores entre outubro e dezembro de 2017

O INE precisa de entrevistadores entre outubro e dezembro de 2017 para realizar o Inquérito à Mobilidade nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto.

O objetivo será passar a conhecer com maior detalhe os padrões de utilização da rede de transportes e de todos os meios utilizados para as pessoas se deslocarem, a opinião sobre o uso do transporte individual ou coletivo, o porquê das escolhas individuais, procurando responder também ao quanto tempo se demora nas deslocações e quanto estas custam.

Desta forma será possível avaliar as políticas públicas existentes no terreno bem como melhor projetar novas políticas de transportes podendo contribuir par alterar tarifários e as zonas de coroas metropolitanas, entre outros..

Inquérito à Mobilidade nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Inquérito à Mobilidade nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto 2017 – INE

O trabalho de campo envolverá os sete dias da semana, nas referidas áreas metropolitanas e exigirá alguns requisitos particulares aos entrevistadores interessados, que deverão manifestar a sua candidatura até 31 de agosto de 2017 para o email mob@ine.pt.

 

Quem pode concorrer?

Podem concorrer maiores de 18 anos com, pelo menos, o ensino secundário completo, disponibilidade durante toda a semana e com residência na área de realização do inquérito e conhecimento geográfico da mesma, ou seja, referente à Área Metropolitana à qual submeta a sua candidatura (haverá candidaturas separadas para Porto e Lisboa).

São também requeridas competências ao nível da utilização de TIC-Tecnologias de Informação e Comunicação e capacidade para estabelecer contactos interpessoais, ser cordial, metódico e rigoroso.

O inquérito realizar-se-á através de contactos feitos junto dos alojamentos selecionados da Área Metropolitana, existindo momentos para realizar pontos da situação e orientação para resolução de situações mais complexas junto de entrevistadores que venha a ter funções de acompanhamento ao trabalho de recolha no campo.

Na prática existirão assim dois tipos de vagas  em cada Área Metropolitana, uma para Entrevistadores/as com Funções de Acompanhamento e outra para Entrevistadores/as com Funções de Recolha. A principal distinção em termos de requisitos prende-se com o facto de para as vaga de Entrevistadores/as com Funções de Acompanhamento ser preferencial deter licenciatura.

Pode encontras todos os detalhes para e sobre a candidatura no Portal do INE (pdf).

 

Como será o contrato?

Eis o que diz o INE no seu anúncio de vagas:

Inquérito à Mobilidade 2017- INE

Os/as Entrevistadores/as serão contratados/as em regime de prestação de serviços, o que implica:

  • Estar coletado/a ou poder coletar-se nas Finanças como trabalhador/a independente (“recibo verde”) ou reunir
    as condições para recorrer a um “Ato Isolado”;
  • Provar que não possui dívidas às Finanças e à Segurança Social;
  • Não estar aposentado pelo Regime Geral da Segurança Social nem pela Caixa Geral de Aposentações;
  • Possuir o seguinte equipamento:
    • Microcomputador (portátil ou tablet) com o mínimo de 8,9 polegadas de ecrã;
    • Acesso a internet móvel com velocidade real disponível e adequada (requisito não obrigatório).

Para provar que não tem dívidas às Finanças leia o artigo “Certidão de Dívida e Não Dívida às Finanças“.

O INE informa ainda que:

“A candidatura deverá ser formalizada referindo a(s) referência(s) acima indicadas, até ao dia 31 de agosto, através do envio de e-mail para mob@ine.pt
As candidaturas recebidas serão objeto de pré-seleção, sendo convocados/as para entrevista os candidatos/as que melhor se adequem ao perfil definido.”

Não é dada informação sobre a remuneração sendo que o Inquérito é organizado de forma harmonizada em várias Áreas Metropolitanas da União Europeia, contando com o “patrocínio” da Comissão Europeia e do Eurostat e com o apoio das Áreas Metropolitanas.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

3 comentários sobre “INE precisa de entrevistadores entre outubro e dezembro de 2017

Deixar uma resposta