Simulações IRS 2015: em que ficámos?

Lembra-se do artigo Simulações IRS 2015: casal com um filho pode ter muito más notícias? Com as alterações que o governo introduziu na proposta de Reforma do IRS 2015 face à versão preliminar, a situação ficou significativamente alterada, ao ponto de a “cláusula de salvaguarda”, também anunciada entretanto para impedir que algumas famílias ficassem pior em 2015 (ou pelo menos em 2016 quando da declaração anual do IRS relativo a 2015), pode vir a ter pouca utilidade prática.

O Jornal de Negócios em colaboração com a PwC atualizaram as suas simulações tendo recalculado as coisas para solteiros, casais sem filhos e casais com um filho. Nós damos aqui destaque a alguns exemplos relativos ao último caso, na sequência das contas complementares que aqui havíamos feito.

Simulações IRS 2015 - 2ª versão

Simulações IRS 2015 – 2ª versão. Fonte: Negócios / PwC

A menos que haja alterações à propsota na Assembleia da República é assim que deverá ficar. Ou melhor… As dúvidas permanecem quanto a qual (se algum) impacto existirá no rendimento disponível a nível mensal, ou seja, qual será o impacto desta reforma no final de cada mês a partir de janeiro de 2015. De que forma tudo isto se traduzirá, ou não nas tabelas mensais de retenção do IRS e nos escalões do IRS? Provavelmente, teremos de esperar mais algumas semanas, ou meses para saber.

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta