Banco de Portugal: O seu banco trata melhor os clientes que os outros?

[wp_ad_camp_1]

O Banco de Portugal acaba de divulgar a edição relativa a do 2011 do seu Relatório de Supervisão Comportamental – 2011, uma obra que aqui analisámos detalhadamente numa edição anual anterior, nomeadamente destacando os vários rankings possíveis em que se organizam as instituições financeiras de acordo com o volume relativo de reclamações que geram por tipo de serviço prestado.

Nesta vasta publicação onde se relata a atividade do Banco de Portugal nesta área, destacamos precisamente as tabelas e quadros que permitem avaliar de forma razoavelmente credível a qualidade dos serviços bancários prestados pelas várias instituições bancárias sujeitas à supervisão comportamental.

Neste particular e uma vez que, em termos comportamentais, os reguladores e supervisores financeiros portugueses têm total legitimidade para fiscalizar os operadores com retalho destinado ao cliente nacional, todas as instituições financeiras são avaliadas, sejam elas ou não de direito português.

O Negócios já fez alguma análise na peça “Seis em cada dez clientes bancários que reclamam têm razão” e voltamos a encontrar bancos de menor dimensão local e com representação como sucursal a surgir com muita frequência com os piores resultados em vários indicadores.

 

Tagged under:

Deixar uma resposta