Limiares de usura voltam a subir no 2º trimestre de 2012 (Banco de Portugal)

O Banco de Portugal acaba de divulgar das taxas máximas aplicáveis aos contratos de crédito aos consumidores no 2º trimestre de 2012 e, mais uma vez, verificam-se auemtnos substanciais nos limites máximos das taxas autorizadas para os váriso tipos de crédito, com a exceção para um redução marginal nos “Outros créditos pessoais”. Eis um excerto do comunicado do Banco de Portugal:
(…) Estas taxas são divulgadas trimestralmente pelo Banco de Portugal para diferentes tipos de crédito e aplicam-se aos contratos a celebrar no trimestre seguinte. No 2.º trimestre de 2012, vigoram as TAEG máximas constantes do quadro abaixo:

2.º Trimestre de 2012 TAEG Máximas
Crédito Pessoal
– Finalidade Educação, Saúde e Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos 7,8%
– Outros Créditos Pessoais 20,5%
Crédito Automóvel
– Locação Financeira ou ALD: novos 9,0%
– Locação Financeira ou ALD: usados 10,4%
– Com reserva de propriedade e outros: novos 12,9%
– Com reserva de propriedade e outros: usados 17,0%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto 36,5%

 
Lisboa, 16 de Março de 2012

Tagged under:

Deixar uma resposta