Baixos salários dos reguladores e supervisores na raiz da atual crise financeira?

[wp_ad_camp_1]A ler “Dois contos sobre remuneração” por Paulo Câmara no Governance Lab. Um excerto (sublinhado nosso):

” (…) 2. Foi tornado público mais um relatório sobre as causas da crise, da autoria do departamento do Tesouro britânico. O relatório, coordenado por Sharon White, aponta como uma das falhas mais relevantes do Tesouro a falta de meios humanos com experiência e know how suficientes para estarem preparados para lidar com a crise. Na base desta conclusão estão as remunerações baixas pagas pelo Treasury, em comparação com o restante sector público. O estudo recomenda directamente, como política futura: “ensuring that pay and rewards policy is designed to enable the Treasury to attract and retain people with the right skills”. Apesar de esta mensagem não ser exactamente popular em tempos de austeridade, não deixa de se apresentar como relevante este diagnóstico de que a remuneração das autoridades reguladores encontra uma ligação estreita à qualidade da regulação e da supervisão.

Tagged under:

Deixar uma resposta