IRS: a inscrição de todos os dependentes nas Finanças é obrigatória já em 2011

Recordamos os nossos leitores, particularmente os que têm filhos pequenos que têm até Março de 2011 para inscrever obrigatoriamente as suas crianças nas Finanças. Tal como informámos em finais de Outubro passado, o Ministério das Finanças deu indicações de que será obrigatório identificar com número de identificação fiscal (número de contribuinte) todos os dependentes incluídos num agregado familiar que apresente declaração de rendimentos, já em 2011. Deste modo, e uma vez que o calendário de entregada IRS 2011 se inicia em Março, é conveniente precaver a situação de modo a evitar filas de espera e outros incómodos. De futuro, todas as facturas relevantes para efeitos fiscais que digam  respeito a dependentes, ainda que menores de idade, deverão conter a respectiva identificação fiscal.

Em suma: todas as crianças, bebés incluídos,  terão de ter obrigatoriamente atribuído um número de contribuinte (NIF ou Número de Identificação Fiscal) para que possam constar como dependentes nas declarações fiscais dos respectivos país e/ou tutores.

Note que: é possível pedir junto da repartição de finanças mais próxima a emissão de um número de contribuinte, apresentando, por exemplo, a certidão de nascimento. Não haverá de facto emissão de qualquer cartão, mas será entregue uma folha A4 com a indicação do respectivo número de identificação fiscal, o mesmo número que virá a constar do Cartão do Cidadão no momento em que este vier a ser efectivamente pedido.

Se optar desde já por requerer o Cartão do Cidadão para os seus filhos fica a saber que as crianças até aos seis anos terão de pagar 7,5€ pelo Cartão do Cidadão. Para idades superiores o custo é de 15€, ou seja, o mesmo preço que um adulto. O Cartão do Cidadão é válido por 5 anos.

6 comentários

  1. Uma jogada hipocrita de um governo controlado pelas elites globalistas donde o ser humano e uma propiedade do governo, noutras palavras o ser humano e uma mercadoria com um numero de registo no mercado de valores, a escravidao continua neste mundo, uma vez que naces da matriz da tua mae recebes um documento que se chama certidao de nacimento, e de essa maneira passas a ser um escravo para pagar impostos e beneficiar as elites corporativas.
    A escravidao continua so que com outra aperencia.

  2. A minha pequena princesa ainda nasceu somente à um ano e já lhe foi cortado o abono e como se ainda não bastasse; tenho que a registar nas fianças obrigatoriamente!
    Lamento do fundo do meu coração minha doce filha, nasceres nesta merda de País onde quem reina são os corruptos do Governo e a merda do poder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *