Caixa Geral de Aposentações: Não se reforme, vá lá, trabalhe mais um bocadinho

Um número inusitado de funcionários públicos estará a pedir a reforma antecipada, apesar de, com isso, perder uma fracção significativa da pensão a que teria direito se se reformasse apenas quando atingido a limite de reforma. Segundo esta notícia da Agência Financeira a reacção da Caixa Geral de Aposentações estará a ser a procurar seduzir os candidatos a reformados mostrando-lhes as vantagens de se manterem no activo durante mais algum tempo. Eis um excerto da notícia:

“A esta data «a sua pensão é x, mas se se reformar em 2012 a sua reforma é y». Serão expressões como esta que constarão nas cartas que estão a ser enviadas pela Caixa Geral das Aposentações (CGA) aos funcionários públicos que já pediram aposentação.  (…)”

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.