Investe na bolsa? Está na hora de apanhar um táxi

"(…)No Ocidente, uma das regras clássicas é a velha história do taxista. Se o cliente que entra na viatura é desafiado pelo motorista a conversar sobre o próximo aumento de capital de uma empresa cotada, em vez de se limitar a escutar os protestos pelo estado do país, da cidade ou de um qualquer clube de futebol, então é porque chegou a oportunidade para se desfazer da sua carteira de acções, se tiver alguma. (…)"

in Jornal de Negócios. 

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS