Passou nas portagens sem pagar? Saiba como conhecer o valor em dívida

Caso tenha passado nas novas portagens das ex-scuts que funcionam exclusivamente com pórticos que fazem a leitura eletrónica do trajeto e o seu veículo não estivesse preparado para tal procedimento (não tinha Via Verde ou Dispositivo Eletrónico de Matrícula) como pode saber qual o valor que está a dever? Pode recorrer a uma funcionalidade que os … Ler mais

OFICIAL: Portagens nas últimas SCUTS entram em vigor a 8 de Dezembro (act.II)

Foi hoje publicado o Decreto-Lei n.º 111/2011 do Ministério da Economia e do Emprego que sujeita os lanços e sublanços das auto-estradas SCUT do Algarve, da Beira Interior, do Interior Norte e da Beira Litoral/Beira Alta (A22,A23,A24 e A25)  ao regime de cobrança de taxas de portagem aos utilizadores. O Decreto-Lei estabelece as isenções e … Ler mais

Via Verde passou a processar descontos nas EX-SCUTS

Foi preciso esperar por Abril de 2011 para os clientes da Via Verde poderem aceder aos descontos nas portagens das Ex-Scuts. Antes de reproduzirmos o comunicado da empresa onde se explica o que deve fazer para ter direito a tais descontos, deixamos desde já uma provável (ainda que não segura) correcção. Na realidade, o Governo estará … Ler mais

Os pórticos da ex-SCUTS vão servir, a prazo, para identificar excesso de velocidade

Na semana passada alertámos para o facto de um novo sinal de trânsito indiciar que vinham novidades a caminho no âmbito do controlo da velocidade nas auto-estradas lançando a suspeita de que o DEM ou o seu irmão gémeo da Via Verde poderiam vir a servir para identificar um veículo em excesso de velocidade (ver: … Ler mais

DEM e Via Verde – Novos sinais de trânsito alertam para nova forma de caçar multas?

O DEM – Dispositivo Electrónico de Matricula e o seu irmão gémeo, o identificador da Via Verde, terão passado a ser os novos “melhores amigos” das autoridade no acto de fiscalização da velocidade de circulação dos veículos. O Decreto-Regulamentar Nº2/2011 do Ministério da Administração Interna publicado a 3 de Março indica ter como propósito: ” … Ler mais

Via Verde / Ex Scuts: um relato sobre um pedido de discriminação positiva amargo

No vizinho Mais Valias encontrámos um relato na primeira pessoa sobre a verdadeira saga em que se tornou um pedido de descontos nas novas portagens das ex-SCUTS através da Via Verde. Segundo o Renato, o pedido de discriminação positiva online pode revelar-se bem amargo. A ler em “Discriminação positiva ou negativa? ViaVerde.pt“.

Cartões de Crédito: roubo através da Identificação por Rádio Frequência a nova grande ameaça? (act. II)

Tem cartões de crédito ou de débito que usam tecnologia de leitura à distância por rádio frequência? Não sabemos até que ponto esta tecnologia é comum em Portugal (parece-nos muito similar a usada na Via Verde, ou nos sistema de alarme de produtos de alguns estabelecimentos comerciais, por exemplo), mas em países onde é comprovadamente frequente … Ler mais

EX-SCUTS ficam mais baratas para estrangeiros

O Governo fez publicar ontem em Diário da República a Portaria n.º 1296-A/2010 contendo a segunda alteração à Portaria n.º 314-B/2010, de 14 de Junho, que define o modo de utilização do dispositivo electrónico de matrícula para efeitos de cobrança electrónica de portagens.

Em que se traduz? Numa alteração das condições de pagamento de veículos estrangeiros que, na prática, deixam de ter de comprar ou alugar um DEM (dispositivo Electrónico de Matrícula) reduzindo-se assim substancialmente os custos mínimos que lhes eram cobrados.

Com as novas opções e acreditando que não seja obrigatório parar numa estação de serviço onde o condutor poderá vir a ser convidado a escolher a que mais lhe convem (pagando em regime de pre-carregamento), provavelmente cria-se a possibilidade de, na prática, se tornar mais dificil a implementação da cobrança efectiva a estrangeiros em muitas situações.

Talvez os pontos mais significativos que se alteram sejam este que citamos (artº 18º, nº 12 e seguintes):

12 — Sem prejuízo do disposto nos números anteriores, os condutores dos veículos com matrícula estrangeira que circulem em território nacional e transitem em infra -estruturas rodoviárias que apenas disponham de um sistema de cobrança electrónica de portagens e cujo período de permanência em território nacional não justifique a entrega do DT aos mesmos podem optar por realizar o pagamento das taxas de portagem consentindo que, à semelhança do sistema de pós -pagamento, nos termos do disposto nos n.os 7 e 8 do artigo 17.º, as concessionárias e subconcessionárias procedam à cobrança de portagens com base no registo de imagem da matrícula do veículo em causa, relativamente a cada uma das passagens pelos pórticos de portagem.
13 — Para efeitos do disposto no número anterior, os condutores de matrícula estrangeira podem optar por uma das seguintes modalidades:

  • a) Pré -carregamento válido por cinco dias úteis nas infra -estruturas rodoviárias que apenas disponham de um sistema de cobrança electrónica de portagens;
  • b) Pré -carregamento válido para trajectos predefinidos nas infra -estruturas rodoviárias que apenas disponham de um sistema de cobrança electrónica de portagens, a realizar em datas predefinidas.

14 — A adesão à opção prevista no n.º 12 pode ser efectuada através de sítio próprio na Internet ou nas áreas de serviço das infra -estruturas rodoviárias referidas no número anterior ou, ainda, em outros locais que as ECP considerem adequados.

Ler mais