Euribor a três meses: 0,199%

Na passada sexta-feira a euribor a três meses negociou ao valor mais baixo de sempre descendo pela primeira vez do patamar de 0,2% e cotando a 0,199%. A euribor a seis meses bateu também novo recorde estabelecendo-se nos 0,396%. Mesmo para quem tenha contratado créditos há vários anos (quando eram

Ler mais

Os novos certificados de aforro são agora melhores do que os depósitos a prazo?

Caro aforrador, saber responder à pergunta: os novos certificados de aforro são agora melhores do que os depósitos a prazo? Os dois diários económicos de hoje trazem nas suas páginas artigos que comparam os certificados de aforro com as novas regras (ver “Mudanças nos Certificados de Aforro: taxa mínima acima

Ler mais

Qual será a taxa máxima que pode atingir um depósito a prazo?

Alguns dos nossos leitores têm-nos pedido esclarecimentos sobre as consequências das recentes condições impostas pelo Banco de Portugal às Instituições Financeiras, nomeadamente, no que se refere às penalizações sobre depósitos a prazo com taxas elevadas de que aqui demos testemunho: “Instrução Nº28/2011: Banco de Portugal penaliza depósitos que paguem mais

Ler mais

Bancos adaptam oferta de depósitos a prazo às penalizações de Banco de Portugal

Em virtude das recente alterações normativas impostas pelo Banco de Portugal aos depósitos a prazo (ver: “Instrução Nº28/2011: Banco de Portugal penaliza depósitos que paguem mais de 3 p.p. acima da euribor“) algumas instituições financeiras estão a começara refletir na sua oferta alguma alterações de modo a evitarem oferecer depósitos

Ler mais

Instrução Nº28/2011: Banco de Portugal penaliza depósitos que paguem mais de 3 p.p. acima da euribor

[wp_ad_camp_1] Depois do ontem ter preparado o enquadramento através dos seus avisos aqui relatados (ver “Avisos nº7 e nº8/2011 do Banco de Portugal tentam travar corrida às taxas de juro nos depósitos a prazo “) hoje, o Banco de Portugal através da Instrução nº28/2011 define o que entende por depósitos

Ler mais