Projeções macroeconómicas 2019 a 2021 – Banco de Portugal

Previsões macroeconómicas 2019 2021

Em finais de março de 2019, o Banco de Portugal (BdP) atualizou as suas projeções macroeconómicas de 2019 a 2021.

Nestas novas previsões, que reveem as efetuadas em dezembro de 2018, o Banco de Portugal antecipa uma subida dos preços bem mais intensa em 2019.

De facto, a previsão da taxa de inflação para 2019 passa para 0,8% (era de 1,4%), antecipando ainda que as perspetivas de evolução da inflação em 2019 (1,2%) e 2021 (1,3%) sejam mais moderadas do que anteriomente esperado.

Por outro lado, regista-se uma ligeira revisão em baixa, de uma décima, do PIB em 2019, para 1,7%, esperando o BdP que se manterá neste patamar em 2020 (1,6% em 2021).

Previsões macroeconómicas 2019 2021

Entre as restantes alterações mais significativas, destacamos uma expectativa de reforço do consumo interno (+7 décimas na previsão de 2019 face ao antecipada em dezembro de 2018), procura interna e, consequentemente, das importações (mais 1,6 pontos percentuais).

Outras notas:

  •  O emprego global deverá acelerar em 2019 mais do que anteriomente esperado;
  • o saldo positivo da balança corrente e de capital e da balança de bens e serviços será significativamente mais modesto em 2019, podendo, esta última, passar a deficitária em 2020 e em 2021;
  • O consumo público deverá acelerar ligeiramente ao longo do triénio;
  • A Formação Bruta de Capital Fixo (uma medida de investimento) deverá crescer um pouco mais, em 2019, do que o anteriomente esperado, atingindo em 2019 com um crescimento de 6,8% a taxa mais elevada do triénio.

 

Banco de Portugal_projecoes_para_a_economia_portuguesa_2019 2021

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.