Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia

Conheça a APP das Finanças para consulta da Situação Fiscal

App Situação Fiscal - Pagamentos

Quer saber se já está emitida a nota de liquidação do IRS e quanto vai receber de reembolso de IRS? Quer saber que pagamentos de impostos estão em curso e quando, co quem códigos e até quando os pode pagar? Quer pagá-los de imediato usando só o seu telemóvel e o serviço MBWay? Para responder a estas perguntar será oportuno instalar a APP das Finanças para consulta da Situação Fiscal que lhe permite, com as suas senhas de acesso ao Portal das Finanças, aceder a esta informação através do seu telemóvel.

A aplicação é gratuita, encontra-se disponível em iOS e Android e chama-se Situação Fiscal – Pagamentos.

App Situação Fiscal - Pagamentos

App Situação Fiscal – Pagamentos

Permite-lhe saber quais os pagamentos a decorrer ou que já estão em falta associados ao IMI, IUC, IRS e IRC. E, se tiver aderido ao serviço MBWay, são lhe indicados os códigos de pagamento imediato.

Permite-lhe saber se já tem reembolsos a caminho e de que valor.

Permite-lhe também verificar os seus dados fundamentais de identificação junto das finanças, sendo que, se detetar alguma desatualização, deverá proceder à sua correção através do referido Portal (a aplicação não permite alterações).

A aplicação é extremamente simples, e além das três área referidas (Pagamentos, Reembolso e Dados de Identificação) tem apenas mais um botão que é um atalho para o próprio Portal das Finanças.

É mais uma forma de se manter atualizado e de, por exemplo, evitar atrasar-se nos pagamentos e as respetivas multas e/ou juros de mora.

Junta-se portanto ao débito direto como mais uma forma de simplificar o processo de gestão da sua situação financeira. Uma solução útil para o contribuinte e para a Autoridade Tributária.

Sobre o débito direto não deixe de ler o artigo “Como funciona o débito direto das Finanças?“.

Em suma, trata-se de uma pequena aplicação útil, com potencial para evoluir mais um pouco no processo de simplificação da relação com a AT, nomeadamente na criação de alertas e notificações, a pedido do contribuinte, para cada um dos impostos.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.