Crescimento do PIB mantém-se acima dos 2% pelo quarto trimestre consecutivo

Segundo as estimativas rápidas das contas nacionais trimestrais apuradas pelo INE, o PIB português cresceu, em termos reais, 2,5% no terceiro trimestre de 2017. O PIB mantém-se acima dos 2% pelo quarto trimestre consecutivo sendo este o primeiro em cinco trimestres a registar uma desaceleração (o crescimento homólogo no segundo trimestre tinha atingido o valor recorde em muitos anos de 3,0%).

Com cerca de 80% da informação necessária para completar a estimativa das contas nacionais trimestrais já conhecida, o INE apurou que o PIB registou um aumento do contributo positivo da procura interna para a variação homóloga do PIB à conta da aceleração do consumo e desaceleração do investimento.

Por outro lado, o contributo da procura externa líquida (mais uma vez em termos homólogos) passou a ser negativo, invertendo assim o verificado para o segundo trimestre de 2017. Neste particular, foi decisiva conjugação de dois movimentos: por um lado a desaceleração em volume das Exportações de Bens e Serviços e, por outro, a aceleração das Importações de Bens e Serviços.

O aumento da produção na Autoeuropa (com impacto ainda limitado a uma parte do trimestre) revelou-se, até ver, insuficiente para compensar a desaceleração das exportações em outros setores e/ou para contrabalançar o reforço das importações.

PIB mantém-se acima dos 2%
PIB mantém-se acima dos 2% pelo 4º trimestre – Fonte: INE Clique para aceder ao sítio do INE com mais informação.

Uma última nota para a variação em cadeia que não só foi positiva como aumentou face ao que aconteceu entre o primeiro e o segundo trimestre (tinha aumentado 3 décimas). Entre o segundo e o terceiro trimestre, o PIB, em volume, cresceu 0,5%.

A 30 de novembro, o INE irá divulgar nova estimativa, desta vez já contando ter quase 100% da informação relevante e difundindo, então, mais detalhe sobre a composição do PIB.

Contamos atualizar a análise assim quem haja mais informação.

2 thoughts on “Crescimento do PIB mantém-se acima dos 2% pelo quarto trimestre consecutivo

  1. Espero e desejo que tudo seja bem feito……

Deixar uma resposta