Taxa de desemprego estabilizou nos 11,9% no terceiro trimestre de 2015

Segundo as Estatísticas do Emprego do INE, a taxa de desemprego estabilizou nos 11,9% no terceiro trimestre de 2015, um valor idêntico ao do segundo trimestre de 2015 e inferior aos 13,1% registados no terceiro trimestre de 2014. Esta redução do número de desempregados entre o segundo e o terceiro trimestre de 2015 não se refletiu na taxa de desemprego porque a população ativa (usada no rácio da taxa de desemprego) também diminuiu: “a população ativa, estimada em 5 194,1 mil pessoas, diminuiu 0,1% (7,1 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 1,1% em relação ao trimestre homólogo de 2014 (59,9 mil).” Ou seja, quase todos os desempregados que deixaram de o ser entre o terceiro trimestre de 2014 e o terceiro trimestre de 2015, parecem ter desaparecido da população ativa e apenas uma pequena proporção passou à condição de empregado.

O INE sublinha que o número de desempregados é agora de 618,8 mil pessoas, inferior em 70,1 mil pessoas, ao apurado há um ano.

Quanto ao emprego, apesar de ter diminuído do segundo para o terceiro trimestre de 2015, face ao período homólogo aumentou ligeiramente, estimando-se que haja mais 10,2 mil pessoas empregadas do que no terceiro trimestre de 2014. Desde que há oito trimestres a taxa de variação homóloga da população empregada voltou a ser positiva que não registava um valor tão baixo (0.2%).

Taxa de desemprego estabilizou

Fonte: INE

Note-se que estas estatísticas de base trimestral, incluem exclusivamente dados do Inquérito ao Emprego do INE, não existindo exercícios de previsão ou dados provisórios nos números divulgados. Por outro lado, contrariamente às previsões mensais divulgadas pelo INE (com dados mais instáveis) não são corrigidas de sazonalidade.

Em termos regionais, a menor taxa de desemprego regista-se na região centro (8,2%) e a maior na Região Autónoma da Madeira (14,7%)

Tagged under:

1 Comentar...

  • Gabriele TrapassoResponder

    A SOLUCAO PARA U DESEMPREGO ES LEVANTAR MAS A IDADE DA REFORMA A 70 ANOS ASI SI CHE U JOVEN VANO TRABALHAR AU CARALHO FODAS VOCE SON PROPRIO MALUCOS.
    IDI ATRAS DA MERKELL CHE VAMO ALA FALLENCIA.
    DESEMPREGATOS CON 63-64 ANOS SIM RENDIMENTO ALGUNO VOCE SON MALUCOS. DE INTERNAMENTO

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.