Novos dados sobre o PIB 2005 a 2014: afinal a crise foi ainda pior

Há novos dados sobre o PIB 2005 a 2014. De facto, com a divulgação das contas nacionais anuais de 2012 e com a incorporação de melhor informação sobre as administrações públicas e sobre o comércio externo o INE reviu substancialmente os dados relativos ao PIB para os anos de 2012, 2013 e 2014. O PIB de 2012 afinal não caiu 3,3% mas 4,0% e o de 2013 afinal não caiu 1,4% mas 1,6%. Isto em termos reais, ou seja, já descontado o efeito dos preços.

Para 2014 o INE não alterou (ainda?) a sua estimativa em termos reais mas já o  fez em termos nominais sendo agora inferior em 0,8% ao inicialmente estimado.

Recorde-se que o INE divulga trimestralmente o PIB com base numa estimativa necessariamente grosseira e só ao fim de cerca de dois anos consegue ter os dados reais e definitivos. Segundo os dados finais de 2012 hoje divulgados parece evidente que o INE esteve a sobrevalorizar o PIB: a crise foi muito mais séria do que o que foi possível apurar trimestralmente com a informação limitada então existente.

PIB 2005 a 2014

PIB 2005 a 2014
Dados do INE


É particularmente significativo verificar que a queda do PIB em termos trimestrais foi para além dos 4,0% inicialmente estimado, tendo estado abaixo dos 4% em quatro trimestres consecutivos.
PIB trimestral 2005 a 2014

PIB trimestral 2005 a 2014
Dados do INE

Tagged under:

1 Comentário

  • gabriele Responder

    NON FUI A CRISI FUI A CORRUCCION GENERALIZADA MA AINDA NOI SE DESCOBRIO CHI FU’ CHE SE MAMMO U DINIERO EN PORTUGALL DO SUBMARINOS.
    CHI PAGA A FAVA ES SO’ SOCRATES. U OLTROS ESTAN A PE’ LIBERO

Deixar uma resposta