Exportações e importações estão em queda – outubro de 2015

Segundo os dados mais recentes divulgados pelo INE, as exportações e importações estão em queda e, caso se excluam os produtos petrolíferos das contas do comércio internacional, a situação é mesmo de degradação do saldo da balança comercial face a igual período do ano anterior:

Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, em outubro de 2015 as exportações diminuíram 0,6% e as importações aumentaram 1,2% (respetivamente +3,3% e +6,6% em setembro de 2015).”

 

Exportações e importações estão em queda

Considerando o universo total de comércio de bens, o INE informa que, em termos homólogos, o mês de outubro revelou uma queda das exportações em 2,5%, em resultado da evolução do Comércio Extra-UE (principalmente nas Máquinas e aparelhos, Combustíveis minerais e produtos Alimentares), dado que as exportações Intra-UE aumentaram“. Por outro lado, as importações aprofundaram a tendência de queda que apresentavam há alguns meses diminuindo 3,9% “sobretudo devido ao Comércio Extra-UE (em especial nos Combustíveis minerais)“.

Considerando o trimestre terminado em outubro, o INE sintetiza:

“As exportações de bens aumentaram 0,3% e as importações diminuíram 1,2% no trimestre terminado em outubro de 2015 face ao período homólogo. O défice da balança comercial atingiu 2 737,6 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 209,0 milhões de euros em relação ao período homólogo. A taxa de cobertura aumentou para 81,4% (+1,2 pontos percentuais face ao período homólogo).”

Em suma, as tendências registadas ao longo do ano, de desaceleração das exportações (desde julho) terão dado origem a uma queda efetiva do valor das exportações nos dados mensais de outubro. Por outro lado, a queda nas importações apurada nos últimos meses aprofundou-se com a entrada dos dados de outubro de 2015 confirmando assim uma contração generalizada do comércio internacional.

Em termos de saldo da balança comercial, manteve-se uma evolução favorável como uma diminuição do desequilíbrio homólogo, ainda assim, esta evolução está muito condicionada pelas exportações e importações de produtos energéticos dado que no conjunto dos restante setores a balança comercial de bens está-se a degradar aumentando o respetivo défice.

Exportações e importações estão em queda

Exportações e importações estão em queda – Fonte: INE

Por grandes categorias económicas o INE informa que:

“No trimestre terminado em outubro de 2015, o Material de transporte e acessórios (+12,9%) foi a categoria que mais contribuiu para o aumento global registado nas exportações face ao período homólogo (agosto a outubro de 2014). Na categoria Combustíveis e lubrificantes verificou-se o maior decréscimo (-19,9%). No que se refere às importações, apenas a categoria dos Combustíveis e lubrificantes registou uma redução (-27,1%), enquanto o maior aumento se verificou no Material de transporte e acessórios (+9,6%).”

O início do quarto e último trimestre de 2015 não se apresenta assim particularmente animador na balança comercial de bens, condicionado pelo impacto que se adivinha duradouro no futuro próximo da degradação da procura externa oriunda de fora da União Europeia.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.