Taxas Máximas de Usura a Vigorar no 1º trimestre de 2016

As taxas máximas de usura a vigorar no 1º trimestre de 2016 nos vários tipos de crédito serão inferiores às praticadas no trimestre anterior em várias das categorias definidas. A redução é particularmente significativa nas taxas para “Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto” que passa de 18,4% para 17,9%.

 

Taxas Máximas de Usura a Vigorar no 1º trimestre de 2016

Eis a lista das referidas taxas máximas definidas pelo Banco de Portugal:
Recordamos que as taxas máximas para os diferentes tipos de crédito aos consumidores são divulgadas trimestralmente pelo Banco de Portugal. Eis a informação oficial.

1.º trimestre de 2016TAEG máxima
Crédito PessoalFinalidade Educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,3%
Outros Créditos Pessoais (sem finalidade específica, lar, consolidado e outras finalidades)14,8%
Crédito AutomóvelLocação Financeira ou ALD: novos6,1%
Locação Financeira ou ALD: usados7,4%
Com reserva de propriedade e outros: novos10,5%
Com reserva de propriedade e outros: usados13,0%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto17,9%
1.º trimestre de 2016TAN máxima
Ultrapassagens de crédito17,9%

 
COnsulte aqui artigos provavelmente mais recentes sobre este tema: Taxas de Usura.

Tagged under:

1 Comentar...

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.