Portugal perdeu residentes pelo 3º ano consecutivo (-55 109 em 2012)

Segundo as estatísticas demográficas do INE relativas ao ano de 2012, Portugal registou uma nova queda na população residente. No final de 2012 residiam em Portugal 10 487 289 pessoas, ou seja, menos 55 109 (-0,52%) que no final de 2011.

Em 2012 nasceram (nados vivos) 89 841 indivíduos um registo historicamente muito baixo (96 856 em 2011) tendo o número de óbitos aumentado significativamente 107 598 (um aumento de cerca de 5 000 face a 2011). Constata-se assim que, segundo o INE dos 55 109 residnetes a menos em 2012, 17 757 devem-se a um excesso de óbitos face aos nascimentos e 37 352 devem-se a uma excesso do emigração face à imigração. O número de emigrantes que sairam do país em 2012 terá sido, segundo o INE, de 69 460 (59 980 em 2011). Recorde-se que o INE apenas considera emigrantes (ou imigrantes) aqueles que permanecem no país de acolhimento durante pelo menos um ano contínuo.

Note-se que tradicionalmente, as estimativas migratórias são particularmente complicadas de determinar tanto mais quanto maior for o fluxo migratório interno à União Europeia pelo que têm associado um erro potencial significativo.

Mais detalhes no sítio do INE.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.