Trabalhadores independentes: aumentos no IRS e TSU (OE 2013 – proposta oficial)

Segundo a proposta de Orçamento do Estado para 2013 enviada pelo governo à Assembleia da República, os trabalhadores independentes sofrerão várias alterações na fiscalidade de taxa social única confirmando-se na íntegra o que já havíamos avançado no artigo “Trabalhadores independentes passam a pagar 34,75% para a Segurança Social (oficioso)“. Ou seja, a TSU aumentará 5 ponto percentuais para os trabalhadores a recibo verde.

Por outro lado, a taxa de retenção na fonte relativa ao IRS aumentará para 25% e confirma-se que, para quem esteja no regime simplificado, apenas 20% (contra 30%) dos rendimentos estarão isento para efeitos do apuramento do IRS. Confirmando-se, mais uma vez a versão preliminar o Orçamento comentada aqui: “Trabalhadores independentes: IRS passa a incidir sobre 80% do rendimento (oficioso)“.

 

Tagged under:

7 Comentários

    • MapariResponder

      20% Leonel. Já corrigi. Obrigado.

  • Leonel VicenteResponder

    Obrigado (era o que tinha deduzido da referência para a versão anterior, mas era para confirmar…)

  • Rosa AlvesResponder

    Deviam ter vergonha de dar uma notícia destas assim… Quem teve acesso a essas informações certamente teve também acesso à informação de que esse aumento da TSU não afecta todos os trabalhadores independentes, mas sim apenas os ENI e os titulares de EIRL, ou seja, quem irá ter direito a subsídio de desemprego…

  • Pingback:Síntese das principais medidas incluidas no Orçamento do Estado para 2013 | Economia e Finanças

  • M. João OliveiraResponder

    São os trabalhadores precários duplamente taxados? Que justiça social existe neste país? Está na altura deste governo cair.

  • Pingback:Orçamento do coiso…Portugal em Diferido | Portugal em Diferido

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.