Mais dormidas, menos dinheiro

O número de dormidas de estrangeiros continua a subir a um ritmo apreciável, enquanto os portugueses o fazem cada vez menos (em estabelecimentos hoteleiros nacionais). Mas as receitas não acompanham a mesma tendência. Diz o INE:

“As dormidas na hotelaria atingiram 1,9 milhões em Fevereiro, mais 2,3% do que no período homólogo do ano anterior. Para este resultado contribuíram apenas os não residentes (+6,2%), uma vez que os residentes registaram uma variação negativa (-4,5%).
Dos principais mercados emissores, evoluíram positivamente o Brasil, Países Baixos, Alemanha e França, que, em conjunto, cresceram 16,5% relativamente ao período homólogo.
Os proveitos totais apresentaram uma diminuição homóloga de 2,3%, enquanto os de aposento pouco oscilaram (+0,5%).”

Tagged under:

Deixar uma resposta