Se ler este artigo pode perder o apetite

Quem vos escreve é do tempo de um desenho animado pós-apocaliptico de origem japonesa (Conan – O Rapaz do Futuro) e recorda-se de, nessa terra dilacerada pela guerra nuclear a que por muito pouco a espécie humana sobrevivera, a cidade remanescente (Industria de seu nome) lançava os seus exploradores pela nova terra em busca de plástico, matéria-prima fundamental para produzir pão com o qual alimentava os urbanos sobreviventes.

Hoje, também do Japão, vem a notícia de uma industriosa inovação tecnológica que, provavelmente, deixará alguns dos mais empedernidos defensores da sustentabilidade ecológica a matutar. Via Exame Informática ficámos a saber que, a pretexto da tentativa de melhor gerir as lamas de esgoto para as quais a cidade de Tóquio não tem… mãos a medir, um investigador desenvolveu um conjunto de procedimentos que permitem extrair das referidas lamas um composto proteico de elevado grau nutritivo e bastante equilibrado que, com o devido refinamento e concessão ao palato humano, se superioriza em qualidade alimentar a um bom bife de vaca. É caso para dizer, da lama vieste à lama voltarás, mas entretanto, vai uma trinca?

Tagged under:

Deixar uma resposta