“O ano passado ainda podia ir ao Ginásio”

Quando se começaram a conhecer as alterações às taxas do IVA (ver detalhes aqui: “Alteração à Lista I e Lista II anexas ao CIVA (IVA 2011)“) e se tornou evidente que o ano de 2011 seria de redução de rendimento disponível para boa parte dos trabalhadores por conta de outrém, procurei indagar entre amigos e conhecidos se iriam procurar reduzir despesas e se sim em quê. Uma das respostas mais comuns foi, entre os que frequentavam ginásios, que irião deixar de o fazer. No dia 21 de Janeiro já começam a surgir notícias como esta: “Ginásios com quebras de 15 a 30% nas receitas [no início do ano]“. Entretanto há ginásios a cobrar 23% de IVA, outros a cobrar 6% e todos aguardam o entendimento do Ministério das Finanças sobre a questão (recorde a discussão neste artigo “OFICIAL: frequência de Ginásio sem instrutor paga taxa reduzida de IVA“).

 Desconfio que vai haver poucos motivos para o enfado neste ano 2011. Ginástica é coisa que não vai faltar para muita gente.

Tagged under:

Deixar uma resposta