Nascimentos aumentam ligeiramente entre mulheres com mais de 30 anos

O índice sintético de fecundidade (ISF) aumentou em 2010 para 1,37 (1,32 em 2009) em virtude de um aumento na natalidade em 2010; nasceram mais 1890 crianças que em 2009, voltando o número global a superar os 100 mil nascimentos (101381).

As tendências de longo prazo mantêm-se com as mulheres a ter menos filhos e mais tarde. Segundo o INE que hoje divulgou a estatísticas demográficas de 2010: “a evolução da idade média da mulher ao nascimento de um filho aumentou de 28,8 anos para 30,6 anos, entre 2001 e 2010; paralelamente, a idade média da mulher ao nascimento do primeiro filho passou, no mesmo período, de 26,8 anos para 28,9 anos.”

Outro número significativo é o aumento do peso dos nascimentos de filhos de mães estrangeiras no valor total. Em 2010, cerca de 1 em cada 10 crianças que nasceram em Portugal tinha como mãe uma não nacional.

A taxa de mortalidade infantil voltou a registar um valor mínimo histórico (valor que muitos já pensavam imbatível). Em 2010 morreram 2,5 crianças até um ano para cada 100 nascimentos (3,6 em 2009). Este é um dos melhores registos nacionais em todo o planeta.

Mais detalhes no sítio do INE.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.