Como ontem poupei mais de 70€/ano com a internet móvel

Periodicamente relatamos aqui alguns “caso de vida” sobre renegociações de contratos de serviços básicos como os de telecomunicações (veja-se por exemplo”Zon, Optimus Clix, Meo*: qual o mais barato? | Economia e Finanças” ou “Zon, Clix, MEO: menos 20% na factura; de novo em busca do melhor …” ou ainda “Tem TV Cabo? Pegue no telefone e reduza a sua factura em 5€/mês …“). Hoje pegamos num exemplo concreto que testámos  através de um amigo, envolvendo um serviço de internet móvel.

O caso concreto é o Kanguru. Este nosso amigo subscreveu há pouco mais de um ano o tarifário Light da Kanguru que implicou a fidelização durante 12 meses. A mensalidade contratada era de 29,90€ que entretanto, com subidas de IVA por um lado, e descontos durante os primeiros 12 meses por outro, representava um custo mensal de pouco mais de 28€. Ora ontem o nosso amigo resolveu ir verificar qual era o custo actual desse mesmo tarifário e verificou que, além de uma promoção de 50% nos primeiros 3 meses (válida para novos clientes), o tarifário actual (e desde há alguns meses) é de 22,49€. O que fez o nosso amigo? Contactou o apoio a clientes da Kanguru via serviço de chat disponível na página da marca a reclamou a actualização do tarifário para os valores actuais. Resultado? A Kanguru acedeu proceder à actualização imediata do tarifário contra o compromisso de fidelização por mais 6 meses. O nosso amigo aceitou a proposta sem mais delongas (estava pouco interessado em regatear) e conseguiu com isso uma redução de cerca de 20% nos custos com a internet, qualquer coisa como 70€ por ano.

Fica a dica: verifique se o seu tarifário está actualizado e, se não estiver, considere reclamar junto do seu prestador de serviços. Muito raramente este decide actualizar unilateralmente o tarifário se este for mais favorável para o cliente… É que, mesmo aceitando a actualização após interpelação, há sempre muitos clientes que são pouco pró-activos eternizando tarifários desactualizados e desvantajosos. É uma política de fidelização de clientes invertida. O novo cliente é sempre melhor do que o cliente fiel.

Não se esqueça que se ficar deveras aborrecido com estas “distrações” pode sempre “votar com os pés” e procurar outro prestador de serviços. Maravilhas de concorrência!

Tagged under:

3 Comentários

  • Caetano Responder

    Olha… boa! Eu usei o Chat e a mim disseram-me que, “pelas regras” só se podia mudar para um tarifário superior e propuseram o de 29,90 com tráfego ilimitado… Vou ligar outra vez para lá.

  • António Sousa Responder

    Aqui fica uma nota a todos os utilizadores de banda larga móvel que pretendam
    passar para tarifários com velocidade de 128 kbps após o limite mensal:
    À data de Setembro de 2011 o acesso Kanguru anuncia um tarifário START com 1 Gb de tráfego a 1 Mbps, após o que a velocidade é reduzida para 128 Kbps. No seu site dão a entender que se poderá navegar sem restrições a 128 Kbps após o consumo de 1 Gb, mas a realidade é bem diferente. De facto, mesmo em baixa velocidade somos obrigados a “comprar” de 250 em 250 Mb pacotes virtuais (a custo zero) para continuar a navegar, após o que temos de reiniciar a ligação. Isto obriga a que, por exemplo, um download que estivesse a ser feito tenha de ser reiniciado. Pior ainda, se quisermos fazer o download de um ficheiro de 300 Mb, por exemplo durante a noite, tal nunca será possível uma vez que o acesso bloqueia ao atingir os 250 Mb de tráfego. Se alguém está a pensar utilizar este modo de acesso aconselho a procurar outro fornecedor (Por exemplo a VOdafone não tem este tipo de “complicações” para o cliente; a velocidade baixa automaticamente e é reposta da mesma forma no início do novo ciclo de facturação).

  • rxdxp Responder

    confirma.se o kanguru nao é ilimitado, vao para a vodafone ou tmn

Deixar uma resposta