Certificado de Aforro e do Tesouro perdem 86 milhões de euros num mês | Janeiro de 2011

É certo que o montante investido pelos portugueses em Certificados do Tesouro até aumentou cerca de 96 milhões de euros entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011, mas é também certo que o seu “irmão mais velho” não abandona o estado de coma em que entrou há alguns anos, desde as alterações ao método de remuneração decididas pelo actual governo, e perdeu, no mesmo período, 182 milhões de euros em valor investido.

No total, o valor resgatado supera o investido e o saldo é de menos 86 milhões de euros de dívida pública nas mãos dos portugueses. Entretanto, as taxas de juro a praticar nos Certificados do Tesouro em Março ameaçam voltar a bater recordes pois as taxas de juro dos vários instrumentos de dívida pública utilizados pelo Estado para se financiar têm repetido máximos históricos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.