Poupar na TV por cabo (canais premium) e nas idas ao cinema

A informação publicada sobre as contas do 1º trimestre de 2011 de operadores de comunicações como a ZON permitem descortinar alguns dos produtos e serviços que têm vindo a ser mais penalizados pela conjuntura actual conduzindo à forte queda do consumo privado registada pelo INE.

A ZON, por exemplo, assinala, por um lado uma queda no número de clientes que têm subscritos canais premium do serviço de televisão  e, por outro, a forte redução da venda de bilhetes de cinema. Para já, a migração e captação de clientes para pacotes de triple-pay (tv+ telefone+net) tem permitido o crescimento do negócio mas, a confirmar-se o cenário de que estamos apenas no início de um período de significativa redução do rendimento disponível para muitas famílias, deve estar dado o sinal quanto ao tipo de despesas que estarão na primeira linha da redução do consumo.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.