30 mil exemplares vendidos por mês não sustentam a MAXMEN (act. com novos dados)

ADENDA: Afinal a MAXMEN vai sobreviver com mudança de representante em Portugal: “Maxmen afinal continua e é reformulada

Há algumas semanas referiu-se a ameaça da Stapes poder sair do mercado português, hoje surge a notícia da confirmação de que mais uma revista que tem como público alvo preferencial o masculino fechou as portas: a MaxMen.

 Segundo a Briefing, a MaxMen sobreviveu ao encerramento da FHM e da Playboy e contava com 30 mil revistas vendidas por mês e, ainda assim, a Prisa, proprietária da revista decidiu-se pelo encerramento.

Quem tem memória de crise anteriores com impacto no rendimento da generalidade da população, deverá estar pouco surpreendido com este cenário particularmente nefasto para revistas especializadas em… generalidades. Contudo, talvez haja algo mais específico dos media a explicar o actual momento, além da conjuntura desfavorável na economia.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.