Taxa de sobrecarga das despesas em habitação quase duplica em 4 anos

Os dados são do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento cuja vaga de 2009 (rendimentos de 2008) foi ontem divulgado pelo INE conforme aqui sublinhámos: entre 2005 e 2008 a taxa de sobrecarga das despesas em habitação passou de 4,3% da população em 2005 para 8,2% em 2008, tendo registado três incrementos consecutivos. Como se calcula e o que significa este indicador? O INE explica; a taxa de sobrecarga das despesas em habitação é a:

Proporção da população que vive em agregados familiares em que o rácio entre as despesas anuais com a habitação e o rendimento disponível (deduzidas as transferências sociais relativas à habitação) é superior a 40%.
As despesas com a habitação incluem as relacionadas com água, electricidade, gás ou outros combustíveis, condomínio, seguros, saneamento, pequenas reparações, bem como as rendas e os juros relativos ao crédito à habitação principal.

Ou seja, é um indicador que permite aproximar a proporção da população que estará a ter dificuldades muito significativas em fazer face aos seus compromissos com as despesas básicas associadas ao alojamento da sua família.

Tagged under:

Deixar uma resposta