Pobreza após transferências diminuiu em 2008 em Portugal

Antes de transferências sociais, 41,5% dos portugueses estaria abaixo do limiar da pobreza. O INE acaba de divulgar os dados relativos a 2008 recolhidos no âmbito do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (EU-SILC) desenvolvido de forma harmonizada no espaço europeu. A informação detalha de pode ser encontrada aqui. Eis o destaque principal do INE:

“Segundo os resultados do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (EU-SILC), realizado em 2009, incidindo sobre rendimentos de 2008, a população residente em situação de risco de pobreza era de 17,9%, reduzindo-se em 0,6 p.p. face ao ano anterior (18,5%). Quanto ao risco de pobreza para os idosos, registou-se uma redução, passando para 20,1% (22,3% no ano anterior).
De acordo com o mesmo inquérito, o rendimento dos 20% da população com maior rendimento era 6 vezes o rendimento dos 20% da população com menor rendimento.
São apresentados pela primeira vez indicadores de privação material, enquanto dados provisórios, em articulação com a divulgação do Eurostat.”

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta