IRS 2009: deduções com planos poupança reforma (PPR)

Conheça os detalhes associados a mais um benefício fiscal em vigor no ano de 2011. Em concreto o benefício no IRS 2011 com deduções associados aos planos poupança reforma. Como poderá constatar não se registam mudanças significativas face ao que esteve em vigor no ano anterior.

 

IRS 2011: deduções com planos poupança reforma:

 

Qual a poupança fiscal que poderá obter no IRS com as entregas para planos poupança reforma?

Poderá deduzir ao imposto a pagar 20% do valor investido em planos poupança reforma (PPR) condicionado aos seguinte limites máximos de benefício fiscal:

  • €300 se tinha mais de 50 anos a 1 de Janeiro de 2009;
  • €350 se tinha, a 1 de Janeiro de 2009, entre 35 e 50 anos;
  • €400 se tinha menos de 35 ano a 1 de Janeiro de 2009.

Estes valores atingem-se se as entregas globais ao longo do ano para PPR forem de, pelo menos, €1500, €1750 ou €2000, respectivamente. Sublinhe-se que estes limites são estabelecidos por sujeito passivo. Uma família com dois sujeitos passivos, por exemplo, poderá duplicar a poupança deduzindo os valores acima descritos para cada um deles.

Estes limites não são comuns às contribuições facultativas para planos de pensões e regimes de protecção social (por exemplo, Certificados de Reforma) e como tal são cumulativas, podendo-se subscrever os dois e duplicar a dedução fiscal.

 

Mais informação:

Encontre mais informação e mais recente sobre estes temas aqui:

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

.