O PIB de 2006 na imprensa on-line (em actualização)

PIB de 2006:

1) Primeiros! A medalha vai para o Jornal de Negócios com esta micro-notícia.

2) Eis uma notícia ainda com muita Lusa e muito pouco Diário Económico.

3) “PIB cresce abaixo das previsões do Governo e acima das do BdP”, de novo o Jornal de Negócios.

4) “Sócrates diz que há bons sinais para a economia em 2007” no Diário Digital. As primeiras declarações, com alguma criatividade numérica pelo meio. Há que aumentar a confiança! Clap, clap, clap!

5) Entretanto o Jornal de Negócios actualizou a sua primeira notícia com mais dados.

6) “PIB cresceu 1,3% em 2006” diz a Agência Financeira.

7) “Sócrates garante que há bons sinais para a economia em 2007” de novo na Agência Financeira reproduzindo as declarações de Sócrates. Até ao momento as únicas declarações políticas noticiadas.

8 ) “Economia cresceu 1,3 por cento no ano passado” no Publico.

Neste momento, passada pouco mais de uma hora da divulgação pública dos dados, e observando o que se pode ler, verifico que predominam os factos como o INE os divulgou, pontuados pelas oportuníssimas declarações do Primeiro-Ministro.

O único sítio onde vi algum enquadramento externo (exercício de relativização da informação relativa a uma economia aberta) foi… aqui, no Economia & Finanças (ver artigo anterior), face às estimativas da Comissão Europeia divulgadas esta semana. A primeira impressão está dada e deverá ser esta que vingará nos noticiários televisivos. Esperemos que pontuada por algum justo economista de serviço que enquadre devidamente este crescimento.

No mesmo período, a Espanha cresceu mais do dobro, tanto em termos homólogos como em cadeia; a União Europeia cresceu ao dobro da “velocidade”… Desculpem, mas não consigo ficar muito satisfeito com estas contas. Há que melhorar e muito o desempenho da nossa economia. Algo que naturalmente depende apenas numa determinada fracção do desempenho deste ou de qualquer outro governo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.