Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia

Primeira estimativa oficial do PIB português para 2006

O INE acabou de divulgar os dados do Produto Interno Bruto (PIB) relativos ao 4º trimestre de 2006. Em termos anuais, 2006 encerrou com um crescimento do PIB em volume de 1,3% (acima dos 0,5% apurados no ano anterior). Quanto a expectativas, este valor fica ligeiramente abaixo das previsões do governo (1,4%) e ligeiramente acima das indicadas por algumas das principais organizações internacionais.

O 4º trimestre, em concreto, registou um crescimento homólogo de 1,7%, o mais elevado desde o 2º trimestre de 2004. A variação em cadeia retomou valores positivos tendo-se fixado nos 0,5%.

No início da semana a União Europeia divulgou uma nova estimativa para 2006 que apontava para um crescimento de 3,4% em termos homólogos e de 0,9%PIB português para 2006 em cadeia. Dos 17 países que nessa altura haviam já divulgado estimativas para o ano completo, a mais baixa variação homóloga tinha sido a francesa (2,2%) e a mais baixa variação em cadeia tinha sido a Grega (-0,2%). Os valores mais altos em termos homólogos apuraram-se na Estónia e em cadeia na Eslováquia. Na Espanha, nosso principal parceiro, o PIB cresceu 4,0% no 4º trimestre face a igual período do ano anterior, tendo crescido 1,2% se comparado com o 3º trimestre de 2006.

Posto isto, verifica-se que no conjunto destes 17 países + Portugal, a variação homóloga do PIB nacional no 4º trimestre de 2006 foi a mais baixa de todas.

Eis o destaque do INE e os respectivos quadros (procurar a opção “Contas Nacionais Trimestrais Base 2000”). Dois breves excertos da publicação:

“(…) No conjunto do ano de 2006, o PIB português registou uma variação de 1,3%, em termos reais, acelerando relativamente ao apurado no ano anterior (0,5%). As Exportações de Bens e Serviços aumentaram 8,8% em volume (1,1% no ano anterior), destacando-se como o agregado que mais contribuiu para o crescimento do PIB. O contributo da procura externa líquida para a variação do PIB fixou-se em 1,0 pontos percentuais (-0,5p.p. em 2005), apesar da aceleração das Importações de Bens e Serviços, que cresceram 4,3% em volume em 2006. Por outro lado, a procura interna aumentou 0,2% em termos reais (0,9% no ano anterior), o que resultou da desaceleração das Despesas de Consumo Final das Famílias Residentes e da quebra das Despesas de Consumo Final das Administrações Públicas (-0,3% em volume). (…)

No 4º trimestre de 2006, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,7% em volume face ao período homólogo, acelerando relativamente ao registado no trimestre anterior (1,5%). Comparando com o 3º trimestre de 2006, o crescimento do PIB foi de 0,5%.(…)”

Tagged under:

11 Comentários

  • Pingback:» PIB deu um tirinho a fechar o ano 2006

  • Pingback:O PIB de 2006 na imprensa on-line (em actualização) - Economia & Finanças - Todo o economista é um leigo e todo o leigo é economia

  • Daniel AlvesResponder

    a economia portuguesa e uma VERGONHA PARA A UNIAO EUROPEIA

  • Daniel AlvesResponder

    E ISSO MESMO QUE EU DISSE

  • marcosResponder

    Portugal é apenas uma colônia de férias européia!…esse paizinho de merda!

  • AnónimoResponder

    es um boi…

  • aquele que te violaResponder

    o marcos é filho da puta

  • aquele que te violouResponder

    marcos és tudo bom,deixa de vir para aqui comentar e anda me dar prazer…

  • aquele que foi violadoResponder

    daniel alves me devolva a virgindade…

  • Ricardo de SousaResponder

    quem esta mal que se mude!!!!!!

  • Ricardo de SousaResponder

    essa brasileirada toda vem para portugal… ficam com os nossos empregos, nao investem do país (ja agora aprendam a escrever português sff) levam todo o dinheiro que podem e depois quando esta merda de país, como alguns dizem, ja lhes encheu os bolsos… piram-se das terras de onde vieram e passam o resto das suas vidas ignorantes enchendo a pança com o dinheiro que ganharam na porra do “país de merda”! se vos incomoda assim tanto viver nesta merda de país nem metam cá os pés… criticar é muito facil mas fazer algo por esta “merda de país” isso sim ja é dificil… viva a todos os portugueses e estrangeiros que querem fazer algma coisa de util por este nosso portugal!
    todos pá puta que vos pariu…

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.