O Petróleo está finalmente mais caro em 2007 que em 2006

Quem sobe mais o petróleo ou o euro? perguntava eu aqui há dias. O Diário Económico actualizou hoje as contas que haviamos apresentado em meados de Setembro no artigo “Preços do petróleo, um problema de contas”. Na altura era evidente que o preço medio do petróleo no mercado fornecedor da economia portuguesa estava ainda abaico do preço médio registado ao longo de 2006. Na prática o custo dessa matéria-prima estava significativamente abaixo do apurado em 2006, hoje, próximo do final de Novembro e com um subida do preço do petróleo medido em dólres a um ritmo superior à da subida da taxa de câmbio euro/dolar já não será assim. Segundo o Diário Económico:

“(…) O barril de Brent, negociado em dólares, estava ontem 8,5% mais caro do que a média de 2006; em euros valia mais 0,2%, quando até aqui esteve a cair. A cotação média diária do barril em 2007 (70,7 dólares) também já ultrapassa a prevista pelo Governo no Orçamento do Estado, de 69,5 dólares.

Daqui em diante, dizem os especialistas, a situação tenderá a agravar-se, ou seja, empresas e consumidores vão sentir cada vez mais o impacto negativo da subida do petróleo e do euro. “Não vai parar de subir. Continuo muito preocupado pois nada mudou nos fundamentais: a oferta de petróleo não tem capacidade para crescer mais e a procura continua em alta com o forte crescimento das economias emergentes”, lembra José Caleia Rodrigues, economista especializado no sector da energia. Esta tese é defendida por outros observadores, como Agostinho Pereira de Miranda, advogado e  consultor nesta mesma área, e Nuno Ribeiro da Silva, professor de Economia da Energia do ISEG. (…)”

Não querendo desfazer das contas do DE, havendo um pouquinho de disponibilidade refarei as contas em breve.

2 Comentários

  • JSilvaResponder

    ..e o preço da farinha de trigo, toda ela importada para fabrico do nosso pão?Este país é um dependente do trigo.
    Uma vergonha.

  • JSilvaResponder

    Fiquei surpreendido quando o vendedor (moinho tradicional)afirmou, que a farinha de trigo tem vindo a subir anualmente tanto ou mais que o petróleo.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.