O Economia & Finanças fez ontem 12 meses

Permitam-me algumas palavras na primeira pessoa do singular.

Apesar de ter tido uns filhotes recentemente (os seis fóruns), não me estou a fazer ao "abono de família". Ontem, 30 de Setembro, de facto, o Economia & Finanças fez um ano. Há um ano que se começou esta experiência que nunca deixou de ser experimental. Caiu no goto de alguns motores de busca, reuniu contributos de alguns colaboradores interessantes, foi referenciado por algumas dezenas de lugares interessantes da vizinhança e acumulou artigos e comentários (cerca de 2000) ao longo destes 12 meses.

De então para cá pelo menos uma nota de regozijo claro: o Economia & Finanças nunca parou de crescer e hoje mesmo, 1 de Outubro, bateu já (até ao momento) o recorde absoluto de visitantes e de páginas visitadas; para cima de 1250 e de 3500, respectivamente. Números o que cheguei usando um serviço de estatísticas conservador que se encontra disponível lá mais abaixo para quem quiser ver.

Como nota final, o sublinhado de que há ainda muito que me passa pela cabeça colocar por aqui.  Por mim, o Economia & Finanças é ainda um brinquedo estimulante e instrutivo em multiplos aspectos. Vai continuar com redobrado empenho, particularmente após terminar umas demasiado curtas férias. Entretanto, passem por aqui, os serviços minimos estão assegurados e pode haver sempre algum contributo adicional dos colaboradores residentes (que têm andado acanhados ultimamente).

Fiquem bem e obrigado por estarem desse lado! 

P.S.: Sem o apoio permanente e o empenho dedicado do senhorio, este projecto sabe-se lá se teria nascido! 

5 Comentários

  • PauloResponder

    O senhorio, desvanecido, agradece e aproveita para esclarecer os leitores de E&F que o Rui é um exagerado. O E&F deve 99,99 % do que é ao esforço dele. Basicamente, eu empurrei-o para isto, foi o meu grande contributo 😉

    Abraços

  • Rafael SoutoResponder

    Parabens pelo excelente trabalho 😀
    Quem venha mais 12 meses 😀
    Abraços

  • GRResponder

    Parabéns!
    Votos para que o autor deste espaço continue, por muito tempo, a encontrar nele um “brinquedo estimulante e instrutivo”.
    Abraço!

  • Rui MCBResponder

    Obrigado pela gentileza e pelo incentivo. Conto convosco!

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.