Ir ao Forum, apreciar a Dolce Vita, escalar as Sierras… tudo no Centro Comercial Portugal

Uma das estatística nacionais que me tem deixado sucessivamente perplexo ao longo dos últimos anos é a que apura a superfície comercial com projectos de edificação autorizados para o futuro próximo. Uma estatística aparentemente imune aos ciclos económicos… A cada novo ano os metros quadrados adicionais mantêm-se em níveis muito expressivos contribuindo para fomentar uma ideia cada vez mais adequada de que vivemos num imenso centro comercial.

Nas grandes cidades, a publicidade no espaço público e a profusão de oferta comercial são já parte da paisagem, nas médias cidades o investimento tem sido muito significativo nos últimos anos. Mas pelas últimas notícias os mega-investimentos manter-se-ão mesmo em espaços aparentemente saturados (Dolce Vita Tejo, Amorim/Jerónimo Martins, Amadora) ou bem servidos (Palácio do Gelo em Viseu da Visabeira).

Hoje, no Diário Económico, encontramos uma estatística adicional para relativizar a coisa:

” (…) Actualmente, em Portugal, a área bruta locável por mil habitantes está ligeiramente acima da média europeia dos 25 Estados membros, situando-se nos 195,2 metros quadrados, contra 181,5 metros quadrados da média da UE.

No entanto, como referem os dados da APCC, quando é tida em conta a média dos 15 países europeus mais desenvolvidos, o índice verificado em Portugal está abaixo da área comercial locável média por mil habitantes, que é de 212,9 metros quadrados. (…)”

Pela amostra, se “queremos ser desenvolvidos” ainda temos mais qualquer coisa por onde aumentar a capacidade instalada até atingirmos a média europeia, a 15. Um objectivo que, a avaliar por esta outra notícia recente da Agência Financeira – “Vêm aí 25 novos centros comerciais e mais 7 retail parks” – deve ter sucesso garantido dentro em breve.

Ir ao Forum, apreciar a Dolce Vita, escalar as Sierras… tudo no Centro Comercial Portugal.

5 comentários sobre “Ir ao Forum, apreciar a Dolce Vita, escalar as Sierras… tudo no Centro Comercial Portugal

  1. Obrigado pelo financiamento dos Minis.. .S.Miguel – Açores Portugal-

  2. get meridia
    To be alone is to be different, to be different is to be alone.
    meridia201hrum

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.